sexta-feira

, 24 de maio de 2024

Respeitando as medidas de isolamento, paróquias mantêm a tradição de confeccionar os tapetes em Corpus Chisti

12 de junho de 2020 Arquidiocese

Com o objetivo de manter a tradição da confecção dos tapetes na Solenidade de Corpus Chisti, algumas paróquias adaptaram a produção dos tapetes diante do cenário da pandemia da Covid-19.

Na Paróquia de Nossa Senhora das Brotas, em Entre Rio de Minas, um grupo pequeno de pessoas ficou responsável pela confecção dos tapetes dentro da igreja. Segundo o vigário paroquial, padre Jackson de Souza Braga, a produção foi realizada respeitando as orientações da prefeitura municipal e da arquidiocese, para evitar aglomerações.

Além dos tapetes, velas foram colocadas nos bancos da igreja. “As velas recordaram a presença simbólica dos fiéis que nos acompanhavam pelo Facebook, YouTube e pela rádio”, explicou o presbítero.

 

Em São Brás, a Paróquia de São Brás do Suaçuí, também colocou tapetes dentro da igreja. Juntamente com os tapetes, os nomes dos dizimistas, catequistas e catequizandos foram colocados nos bancos da igreja.

Em Jeceaba, na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, os tapetes também foram confeccionados por um grupo pequeno de paroquianos. “Todos os domingos estamos montado um painel no adro da igreja com o tema da celebração. Essa iniciativa tem como objetivo ajudar as pessoas a manterem o respeito ao Dia do Senhor, se recordando que é Domingo, dia de missa. A confecção dos tapetes entrou nesta ideia”, explicou o pároco, padre Alex Martins.