terça-feira

, 16 de agosto de 2022

Reunião com o Conselho Presbiteral e os Vigários Forâneos marca a abertura do XXXI Encontro de Presbíteros e Diáconos

09 de março de 2021 Arquidiocese

A abertura do XXXI Encontro de Presbíteros e Diáconos da Arquidiocese de Mariana, realizada nesta segunda-feira (08), foi marcada pela reunião com o Conselho Presbiteral e os Vigários Forâneos com o Arcebispo Metropolitano de Mariana, Dom Airton José dos Santos. À ocasião, foi realizado um momento de reflexão e espiritualidade sobre a vida e ministério dos presbíteros no contexto da pandemia pelo Monsenhor Celso Murilo Sousa Reis.

Inspirado pelo texto bíblico “Estejamos atentos uns aos outros para nos estimularmos à caridade e às boas obras…procuremos nos animar sempre mais” (Hb 10, 24.25b), em sua fala, o Monsenhor Celso destacou a necessidade dos presbíteros estarem sempre atentos às necessidades uns aos outros e superar a visão funcionalista, com acúmulos de tarefas, do ser padre. 

Outro ponto enfatizado pelo Monsenhor Celso foi sobre qual deve ser a postura de cada um dentro da comunidade presbiteral e quais atitudes devem ser cultivadas no relacionamento com os irmãos. Para ele, seriam quatro aspectos: agradecer, na consciência do dom de Deus que foi concedido a cada um que aceitou o chamado vocacional; bendizer, reconhecendo o bem existente em cada um; exortar o irmão em sua vocação; e construir o presbítero como comunidade fraterna. 

“O presbitério é bênção, é fonte de bênção para nós e para o povo que nos é confiado. Isso nos leva a carregar os fardos uns dos outros, a desculpar eventualmente os defeitos dos irmãos, a demonstrar compreensão pelos seus erros e ajudar a superá-los e a colocar em evidência suas atitudes positivas. A fraternidade é o primeiro evangelho que devemos testemunhar como presbíteros; é a mensagem que chega mais diretamente ao coração das pessoas”, pontuou o Monsenhor Celso.

Para o representante dos presbíteros, o padre Paulo Barbosa, o primeiro dia do encontro foi muito positivo, com uma boa participação e acolhida de todos os participantes. “O tema da vida e do ministério favorece pensar interna e externamente a missão presbiteral e diaconal. Neste ano, por causa da pandemia, estamos desenvolvendo o encontro virtual e dos pequenos grupos. Vencer  a depressão do tempo presente e enfrentar os desafios inerentes é prerrogativa do homem de Deus. Não se vive fora da realidade, mas a enfrenta com coragem e humildade, sabendo que Cristo está presente em sua luta”, afirmou.

Ainda, foram realizados repasses gerais sobre a Casa do Clero, situada na cidade de Barbacena (MG), pelo Monsenhor Danival Milagres Coelho, a ação pastoral na Arquidiocese de Mariana, pelo pe. Edmar José da Silva, informações da administração diocesana, pelo pe. Darci Fernandes Leão, informações do Seminário, pelo Monsenhor Celso Murilo Sousa Reis, sobre a Faculdade Dom Luciano Mendes (FDLM), pelo pe. José Carlos dos Santos, a Dimensão missionária da vida dos Presbíteros, pelo pe. João Paulo da Silva, e a Escola Diaconal, por Dom Airton.

Sobre o encontro

Com o tema “A vida e o Ministério dos Presbíteros e Diáconos no contexto da Pandemia”, está acontecendo, entre os dias 08 e 10 de março, o XXXI Encontro de Presbíteros e Diáconos da Arquidiocese de Mariana. Neste ano, devido à pandemia da Covid-19, o evento está sendo realizado on-line. 

A programação inclui ainda reuniões em cada uma das 16 foranias da Arquidiocese de Mariana, realizadas na manhã desta terça-feira (09), e nas cinco regiões episcopais.

Agenda