sábado

, 18 de maio de 2024

Santa Efigênia é celebrada em Ouro Preto

12 de setembro de 2023 Arquidiocese

É com grande alegria e devoção que a Paróquia Santa Efigênia, em Ouro Preto (MG), convida todos os paroquianos e demais fiéis devotos para a festa em honra a sua padroeira. Com início nesta terça-feira, 12 de setembro, neste ano, a festividade chega a sua 290ª edição e segue com programação até o próximo dia 21.

Com o tema “Vocação, graça e missão”, a devoção à Santa Efigênia inspira a buscar a paz, a compaixão e a solidariedade. Entre os dias 12 e 17 de setembro acontece a novena, com celebrações da Santa Missa às 7h e 19h, antecedida da oração do terço. Nos dias 18 a 20 de setembro, haverá o terço às 18h20, seguido da Santa Missa e Tríduo Solene, abrilhantado pelos corais Santana e São Pio X.

Além disso, alguns eventos especiais acontecerão durante a programação, como a corrida e caminhada de Santa Efigênia, no dia 16 de setembro, às 8h30, e auto de Santa Efigênia encenado no mesmo dia às 20h30.

Já no dia 17, às 10h, acontece a procissão motorizada com a imagem da padroeira e, às 14h, recreação para as crianças, em frente à Igreja de Santa Efigênia. Ainda, na próxima segunda, 18 de setembro, será celebrada missa para os enfermos às 15h.

O dia festivo dedicado à Santa Efigênia é 21 de setembro, ocasião em que milhares de fiéis elevam a ela homenagens, orações de súplica e agradecimento. A programação segue com as Missas Solenes às 6h, 8h, 10h, 15h e às 17h. Após a Missa das 17h haverá a procissão com a imagem da padroeira, encerrando-se com o canto solene do Te Deum.

Quem foi Santa Efigênia?

Entre os Santos cuja memória se comemora dia 21 de setembro, assim a Igreja se refere a Santa Efigênia: “Na Etiópia, Santa Ifigênia, virgem, que foi batizada e consagrada a Deus pelo bem-aventurado apóstolo São Mateus. Teve uma Santa Morte” (Martirologio Romano, 1954.).

Era filha de Égipo e Eufenisa, reis da Núbia, e irmã de Efrônio. É conhecida por ser advogada contra os incêndios, e intercessora das pessoas que não têm casa. Nasceu em família politeísta e seguiu a religião paga até conhecer São Mateus, que lhe apresentou a fé cristã. Aderindo prontamente ao Evangelho, renunciou definitivamente ao credo e aos costumes pagãos. Morreu santamente, numa comunidade religiosa feminina, inspirada na espiritualidade de Santo Elias, pai do Carmelo, razão pela qual sua imagem é revestida do hábito das religiosas carmelitas.

Há somente uma paróquia dedicada a Santa Efigênia em toda a extensa Arquidiocese de Mariana.

Confira aqui a programação completa

Texto: Fabrício Lopes, Cremilda Moutinho e Padre José Carlos

Fotos: Arquivo pessoal Paróquia Santa Efigênia

Agenda