terça-feira

, 09 de agosto de 2022

Seminário, em Governador Valadares, debate o futuro da Bacia do Rio Doce

21 de novembro de 2016 Arquidiocese

Como espaço para debater o futuro da bacia do Rio Doce, que foi destruída com o rompimento da barragem de Fundão, em novembro de 2015, foi realizado o 3º Seminário: “Bacia do Rio Doce, Responsabilidade de Todos” nos dias 18 e 19 de novembro, na cidade de Governador Valadares (MG).

Cerca de 100 pessoas dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo participaram do encontro. Entre elas representantes Província Eclesiástica de Mariana, da Arquidiocese de Vitoria e da Diocese de Colatina e Guanhães, representantes dos Movimentos Sociais e Populares, de Entidades, Comitês da sociedade civil, Ativistas, Ambientalistas e representantes, dos poderes Executivo e Legislativo.

Essa ação tem o objetivo de implementar o Fórum Permanente da Bacia do Rio Doce como espaço de articulação das forças socioambientais, no entorno desta Bacia, para estudo, denúncia, partilha de experiências e fortalecimento das ações que promovam a vida e a justiça, fomentem a conscientização e a mobilização em prol da revitalização da Bacia do Rio Doce.

“A nossa ferramenta é para reafirmar a justiça e por nenhum direito a menos, somos muitos e estamos juntos, ninguém mexe com o Rio Doce e segue impune”, afirmou padre Marcelo Santiago, coordenador da Dimensão Sociopolítica da Arquidiocese durante o seminário.

Quatro mesas de exposição fizeram parte da programação. Ao final uma Carta Valadares foi aprovada e uma reunião para o dia 13 de dezembro foi agendada para a cidade de João Monlevade.

Agenda