quinta-feira

, 18 de abril de 2024

Seminário São José celebra a festa de seu padroeiro

05 de maio de 2023 Arquidiocese

Entre os dias 28 de abril e 1º de maio, o Seminário Arquidiocesano de Mariana celebrou o Tríduo e a Festa em honra ao seu glorioso padroeiro, São José. Dias de festa, confraternização, vivencia da fraternidade, espiritualidade e também de atividades culturais marcaram esse período.

Neste ano, além de reunir os seminaristas das comunidades da Configuração (Teologia), Discipulado (Filosofia) e do Propedêutico, como nos anteriores, também estiveram presentes os vocacionados que estão na etapa do Grupo de Orientação Vocacional (GOV) e os seminaristas que estão vivendo a etapa da síntese nas paróquias.

Os três primeiros dias foram marcados pelo tríduo festivo em honra ao pai adotivo de Jesus. Ao longo desses dias, o Seminário São José se uniu também em oração, preces e louvores pelos dez anos de ordenação presbiteral do Padre Leandro Ferreira Neves, Formador do Seminário e Diretor do Arquivo Eclesiástico, que presidiu o primeiro dia do tríduo festivo, e do Padre Sérgio José da Silva, Reitor do Seminário. Já o segundo dia, celebrou-se em ação de graças de modo especial pelos 25 anos de ordenação presbiteral do Padre Darci Fernandes Leão, Ecônomo da Arquidiocese. À ocasião, ele presidiu a Santa Missa.

Missa do 3º dia do tríduo em honra a São José foi celebrada na Igreja de São Pedro.

No Domingo do Bom Pastor, 30 de abril, a Celebração Eucarística foi presidida pelo Padre Lucas Muniz, Diretor Espiritual do Seminário, na Igreja de São Pedro dos Clérigos, em Mariana (MG). A Comunidade Vocacional e os integrantes, vocacionados e leigos do GOV foram os responsáveis pela liturgia. Também estiveram presentes na Santa Missa alguns dos padres formadores e padres amigos, seminaristas de todas as etapas, religiosas residentes na cidade, professores do Seminário, amigos e colaboradores.

Ocorreram também nestes dias as tradicionais peças teatrais preparadas com afinco e dedicação pelos seminaristas. A comunidade da Teologia apresentou a sua adaptação da obra “O bem-amado”, de Dias Gomes. Por sua vez, os seminaristas da etapa do Discipulado trouxeram a peça intitulada “Mariana” que retratou de forma artística sobre o contexto da chegada de Dom Helvécio na Arquidiocese. No terceiro dia foi a vez da etapa do Propedêutico fechar as noites culturais com a peça “O Juízo Final — entre o Céu e o Inferno”.

Além das celebrações e das noites culturais, a Festa de São José é sempre marcada pela prática esportiva nas já tradicionais “Olimpíadas de São José”, quando os seminaristas vivem de forma mais intensa a fraternidade e união por meio dos esportes que são propostos, como o futsal, vôlei, queimada, entre outros.

No dia festivo em honra a São José, 1º de maio, a Celebração Eucarística foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Airton José dos Santos. Em sua homilia, ele enfatizou o modelo de justiça dado por São José em meio aos trabalhos cotidianos da vida. “Que São José Operário, modelo dos trabalhadores, seja nosso socorro em meio as labutas e desafios que possam aparecer em nossas atividades laborais […]”, disse. Além disso, ele rogou para que o santo interceda por aqueles que buscam trabalho e/ou melhores condições de sobrevivência. Ao final da celebração, ocorreu a procissão com a imagem do patrono do Seminário, tendo o canto do Te Deum encerrado a cerimônia.

A respeito da vivência destes dias festivos assim relatam alguns seminaristas:

A festa de São José no nosso Seminário Arquidiocesano é uma tradição que se mantém por vários anos. Quando falamos nesta grandiosa festa, há um clima diferente, não só para o nosso Seminário, mas também para toda a Igreja. A festa de São José já tem seu início na preparação das casas, nas ornamentações, na preparação dos jogos e da liturgia e dos tradicionais teatros. Viver tudo isso é muito bom para cada um dos seminaristas. Esses dias intensos da festa São José, com todas as etapas formativas, faz com que fortaleçamos as nossas amizades, a nossa fraternidade, nas brincadeiras e nos jogos, mas também nos momentos em que conhecemos um pouco mais a história do outro. Conhecer a história do outro é tocar em uma terra sagrada, na qual Deus se manifesta de forma amorosa e misericordiosa. Viver a festa de São José sempre será para cada um de nós, seminaristas, um momento de maior proximidade com Deus, mas também com nossos irmãos de comunidade. De fato, é bom estarmos aqui”. Marlon Ramos, 2º ano da Etapa do Discipulado.

“Participar das festividades em honra a São José, padroeiro do nosso Seminário, é sempre um momento muito aguardado por nós, seminaristas. As expectativas são diversas para a festa, pois nela temos a oportunidade de grande convivência com todo o Seminário reunido, temos as olimpíadas, onde por equipes tivemos as várias modalidades de esportes, com grande participação nossa, além do envolvimento de toda a comunidade na animação. Durante o dia, tínhamos esses intensos momentos de fraternidade e, à noite, reuníamos-nos para a Celebração da Eucaristia, e em seguida a noite cultural, onde cada uma das etapas teve o momento de apresentar o teatro, que é um momento de nós, seminaristas, colocarmos os dons artísticos em uso, com alegria e entretenimento para toda a comunidade. Celebrar o padroeiro é celebrar a convivência espiritual e humana”. Nilo Neto, 2º ano da Etapa da Configuração.

“Foi a primeira vez que participei da festa de São José em nosso Seminário. Foram momentos ricos e divertidos, desde as olimpíadas, que me proporcionaram momentos de convivência, até às celebrações e orações, na qual fizemos memória da vida e testemunho de nosso glorioso padroeiro, São José.” — Wanderson, Grupo de Orientação Vocacional.

Confira outras fotos em nosso álbum no Facebook: CLIQUE AQUI

Texto e fotos: Seminário São José

Agenda