sábado

, 02 de julho de 2022

Seminaristas participam de formação sobre o Sínodo 2021-2023

28 de março de 2022

Foto: Formação na Comunidade de Teologia

Na última quarta-feira, 23 de março, uma formação sobre o Sínodo 2021-2023 foi ministrada aos seminaristas das Comunidades do Propedêutico, Filosofia e Teologia. O encontro, que aconteceu de modo on-line, contou com a participação dos contatos arquidiocesanos Padre Edmar José e Leci Nascimento.

Além dos seminaristas, estiveram também presentes o responsável pela Coordenação Pastoral do Seminário, Padre José Geraldo Coura (Pe. Juca), o Diretor da Etapa do Propedêutico, Padre Sérgio José, e o Reitor do Seminário, Monsenhor Celso Murilo Reis.

Durante sua exposição, Padre Edmar apresentou a proposta sinodal a ser redescoberta nesse Sínodo, lembrando de que a Sinodalidade, como comentou o Papa Francisco, é o caminho que Deus espera da Igreja do terceiro milênio. O processo que está sendo vivenciado pela Arquidiocese de Mariana e o cronograma das atividades a serem desenvolvidas em sua etapa arquidiocesana foram elucidados por Leci Nascimento. Em sua fala, ela recordou a importância da coparticipação dos seminaristas neste belo momento da graça de Deus para a vida da Igreja Particular de Mariana.

Formação on-line no Seminário São José

Para o representante dos seminaristas na Equipe Arquidiocesana de Animação Sinodal, Moisés Galinari, “a formação ministrada em nossas Casas de Formação, sem dúvidas, possui não somente o seu caráter ‘informativo’, isto é, com o seu intuito próprio de esclarecer a proposta do Sínodo e os passos a serem dados no processo sinodal em nossa Arquidiocese, mas possui também, é claro, um caráter ‘formativo’ no que diz respeito à própria configuração da identidade presbiteral. Parafraseando o Santo Padre, se Deus espera que a Igreja do terceiro milênio seja, de fato, Sinodal, podemos também dizer que a Igreja espera que os seus futuros sacerdotes cultivem um estilo Sinodal. Portanto, é indispensável que a formação inicial dos futuros presbíteros continue recuperando a Sinodalidade enquanto identidade e modo de ser da Igreja. A nós, seminaristas, é sempre necessário renovar constantemente o nosso espírito de comunhão e de abertura à proposta da Igreja, desejosos de caminharmos sempre juntos”.

Sobre o processo sinodal na instituição, o reitor do Seminário, Monsenhor Celso, afirmou considerar “importante o envolvimento dos seminaristas no caminho sinodal, porque essa experiência os qualifica para o futuro ministério”. “A Sinodalidade é a marca distintiva da Igreja do terceiro milênio. Portanto, os que se preparam para ser ministros ordenados precisam assimilar esse estilo peculiar de abraçar e viver a missão”, enfatizou.

Formação na Comunidade de Teologia

Já o seminarista Edigar Faria, do 2º ano de Teologia, ressaltou que “a formação sobre o Sínodo 2021-2023, sobre o tema da Sinodalidade, foi uma oportunidade de uma escuta atenta sobre a proposta do Papa Francisco para toda a Igreja e como as Igrejas locais, como nossa Arquidiocese, estão assumindo essa iniciativa para o nosso tempo. Creio que já ouvimos algumas coisas sobre o Sínodo, porém, não de forma aprofundada e em consonância com a realidade de como tem acontecido o processo de escuta, o caminho sinodal. Confesso que olho com muita esperança para nossa Igreja neste século XXI: uma Igreja que está aberta ao diálogo e busca cumprir sua missão não por hipóteses, mas partindo da realidade da vida das pessoas à luz do Evangelho”.

Por sua vez, o Coordenador da Dimensão Pastoral descreveu o encontro como “uma grande oportunidade para o revigoramento de nossas comunidades, de caminharmos juntos e de dar continuidade a missão de Jesus”. “Que saibamos escutar os sinais dos tempos e as pessoas”, disse Padre Juca.

“A formação sobre o Sínodo foi para mim uma grande oportunidade de crescimento eclesial. De fato, pude compreender melhor o real sentido do Sínodo e sua importância para toda Igreja. Toda formação e as fundamentações apresentadas nos impulsionam a viver o espírito Sinodal”, descreveu o seminarista Robson Oliveira do 1º ano de Filosofia.

Para o seminarista Mauro Martins, que inicia o seu discernimento junto à Etapa do Propedêutico, a formação possibilitou entender melhor o significado de “Uma Igreja Sinodal”. “Ensinando-nos que é preciso caminharmos juntos, movidos pela força do Espírito Santo, quem vem nos conduzindo durante toda a história. Nos chama a escuta do outro, de maneira especial, aos afastados e excluídos. Nos convidando então a sermos uma Igreja unida a Cristo na diversidade, semeando sempre o amor e sendo assim o sinal de amor”, pontuou.

Comunidade do Propedêutico durante a formação on-line sobre o Sínodo 2021-2023

Próximos passos

Após esse momento de formação, no mês de abril, iniciará o processo de escuta no Seminário que acontecerá em cada turma e em sua respectiva etapa formativa, sempre em espírito orante, como é motivado pelo Papa Francisco. Concluído o processo de escuta em cada turma das Casas de Formação, será elaborada uma síntese que, posteriormente, será apresentada em maio à Equipe Arquidiocesana de Animação Sinodal.

Jornal Pastoral

Sínodo 2021-2023 é tema também da nova edição do Jornal Pastoral. Na publicação é contextualizado como está ocorrendo o processo sinodal e de escuta na Arquidiocese de Mariana. Ainda, em artigo, o Vigário Geral da Arquidiocese de Mariana, Monsenhor Luiz Antônio Reis Costa, pontua que a tarefa de escutar, como propõe o Papa Francisco, é desafiante, porém necessária.

LEIA AQUI A NOVA EDIÇÃO DO JORNAL PASTORAL

Texto: Moisés Galinari Tôrres

Fotos: Equipe de Comunicação do Seminário São José

Veja também:

Sínodo 2021-2023 ganha novo espaço no site da Arquidiocese de Mariana

VEJA TAMBÉM