domingo

, 07 de agosto de 2022

Simpósio filosófico-teológico é iniciado no Seminário São José

05 de fevereiro de 2020 Arquidiocese

O Simpósio filosófico-teológico promovido pela Faculdade Dom Luciano Mendes (FDLM) e o Instituto Teológico São José (ITSJ) da Arquidiocese de Mariana foi iniciado nesta terça-feira (4), em Mariana (MG). A abertura contou com uma celebração eucarística presidida pelo reitor do Seminário, padre Valter Magno de Carvalho, e com a conferência “O olhar contemplativo e profético da realidade à luz do Magistério do Papa Francisco”, ministrada pelo Arcebispo de Montes Claro (MG), Dom João Justino de Medeiros Silva.

Em sua fala, Dom João Justino trabalhou três pontos. A relação entre a ação do olhar e vê, olhar e contemplar, ele destacou, a partir dos escritos do Papa Francisco, como o pontífice vê, contempla e escuta e falou das profecias a conversão.

Segundo ele, o recurso físico do olhar é maravilhoso e todos conseguem ver a realidade, mas nem todos conseguem perceber a realidade com profundida. “Para alcançar o olhar contemplativo e profético da realidade, não basta ver ou enxergar, é necessário interpretar. Isso supõe um processo de amadurecimento intelectual, espiritual, social”, disse.

Dom João Justino complementou que olhar é contemplar, e isso está ligado a mística.  “Precisamos vê aquilo que não se vê com os olhos. A contemplação se aproxima de um olhar místico. Para nós, cristão, isso está relacionado a um olhar através da fé. Ver com os olhos da fé”.

“É um engano pensar que a contemplação, por ser um ato que toca na ordem do espiritual, esteja distante do agir, da ação. Contemplar é assumir o olhar de Deus. É ver com os olhos de Deus”, disse.

Dom João Justino destacou que ao contemplar a realidade vem a pergunta: qual a conversão o Senhor pede? “Não é só olhar para a realidade de modo sociológico, a contemplação inaugura uma relação com a realidade em que Deus está nos pedindo algo. E quando Deus nos pede algo sobre uma determinada realidade, Ele pede em termos de conversão”, afirmou. “Olhar é escutar. É preciso olhar e escutar. Escutar a palavra de Deus, as pessoas e o grito da realidade”, disse.

Ao falar do Papa Francisco, Dom João Justino afirmou que Francisco é um homem de fé e sua forma de vê, contemplar a realidade, é à luz da fé. “Francisco olha a realidade com os olhos de Jesus. Quando o Papa propõe o Sínodo da Família, o Sínodo da Juventude, o Sínodo da Amazônia, ele está olhando para a realidade”, sublinhou. 

“Precisamos ter um olhar para realidade que transforma. Precisamos de uma conversão pastoral, missionária, uma conversão integral, como o Papa cita da Laudato Si”, pontuou. Após a fala de Dom João Justino foi aberto o espaço para perguntas e considerações.

O Simpósio

Refletindo sobre o tema “‘A voz do silêncio’: a escuta da realidade”, o Simpósio está abrindo  o ano acadêmico da Faculdade Dom Luciano e do Seminário São José. A programação segue até a próxima sexta-feira (7) e vai contar com minicursos, comunicações e outras conferências. 

Agenda