domingo

, 14 de agosto de 2022

Simpósio filosófico-teológico irá refletir sobre a voz do silêncio

21 de janeiro de 2020 Arquidiocese

“‘A voz do silêncio’: a escuta da realidade” é o tema do Simpósio filosófico-teológico que será realizado entre os dias 4 a 7 de fevereiro. O evento é promovido pela Faculdade Dom Luciano Mendes (FDLM) e o Instituto Teológico São José (ITSJ) da Arquidiocese de Mariana e irá abrir o ano acadêmico das duas instituições.

Segundo o diretor acadêmico da Faculdade, padre Edvaldo Antônio de Melo, a temática “voz do silêncio” quer despertar para o lugar da escuta da realidade. “O silêncio não é apenas aí ausência de palavras, pelo contrário, é a Palavra em gestação. Neste sentido que escolhemos para o folder a imagem de São Pedro em estado de vigilância. É uma foto da obra de Aleijadinho, conhecida como ‘São Pedro adormecido’ que está em um dos Passos de Congonhas. Essa imagem de São Pedro sugere o sentido do silêncio que fala a partir de dentro – como uma denúncia profética. É o silêncio da tomada de ‘decisão’”, explicou.

Cerca 80 pessoas são esperadas para participar do evento. Para o aluno do segundo ano de Teologia, seminarista Carlos Geovani, a realização deste evento é de extrema valia. “Em primeiro lugar, uma oportunidade para aprofundarmos a reflexão sobre uma dimensão importantíssima: o silêncio. Além disso, a realização deste evento como abertura do ano acadêmico pode proporcionar aos discentes um incentivo na dimensão intelectual, sobretudo nos estudos pessoais. É um evento que chama a atenção e que serve a todos: desde aqueles que já estão nesta caminhada acadêmica junto ao Seminário a mais tempo, bem como àqueles que darão seus primeiros passos junto à esta instituição mais que bissecular”, disse.

O seminarista Ihudison de Paula Coelho, do segundo ano de Filosofia, ressalta que o Simpósio é um momento enriquecedor na caminhada de cada seminarista e cada discente da faculdade. “A realização do Simpósio no começo do ano é um momento de partilha dos nossos conhecimentos, a partir das palestras e das comunicações que os seminaristas fazem. É um espaço para o crescimento humano e espiritual. Especialmente, neste simpósio de 2020, com o tema do silêncio. Esse silêncio que nos ajuda a escutar, nos ajuda a refletir e que É indispensável nos estudos filosóficos para uma boa caminhada acadêmica”, afirmou.

Comunicações

Dentro da programação do Simpósio, os alunos irão apresentar suas comunicações no dia 6 de fevereiro, das 14h30 às 17h30, no Instituto de Teologia. Serão três salas que agruparam as comunicações de acordo com a aproximação das temáticas. Ao todo, 12 comunicações serão apresentadas, sendo elas de alunos da Filosofia e Teologia.

O seminarista Carlos Geovani é um dos alunos que irá apresentar. Ele explica que o tema de sua apresentação é fruto de uma vivência espiritual. “Resulta de algo existencial. Certamente, dadas as circunstâncias acadêmicas, damos o devido teor científico, mas a centelha inicial vem de questionamentos que brotam nas orações da vivência espiritual, nos colóquios existenciais com Deus, os quais desembocaram nesta pesquisa e configuram, assim, uma nova reflexão a qual me proponho fazer”, afirmou.

Para o seminarista Ihudison o espaço das comunicações é importante no processo formativo dos seminaristas. “As comunicações que serão feitas por nós, seminaristas, são muito incentivadas pela faculdade. Elas nos ajudam a, também, partilhar a nossa reflexão filosófica acerca do tema. É um momento onde poderemos colocar a nossa opinião e fazer um debate que nos ajudará a crescer. Creio que as comunicações nos ajudam muito. Nos ajudam a falar e nos ajudam a refletir, o que é o foco da Filosofia. As comunicações nos ajudam a falar, a refletir e estudar para partilhar e debater. O que provoca o crescimento de todos”, pontuou.

Programação

Simpósio filosófico-teológico será aberto no dia 4 de fevereiro com missa, às 17h, no Instituto de Teologia. Em seguida, serão realizadas as falas de abertura e a primeira conferência do evento ministrada pelo arcebispo de Montes Claros, Dom João Justino de Medeiros Silva.

Confira a programação completa:

Terça-feira – dia 04 – Instituto de Teologia

16h – Credenciamento – Equipe de organização

17h – Missa de abertura

19h – Palavra do Reitor e do Diretor da Faculdade Dom Luciano (Pe. Valter Magno de Carvalho – ITSJ e Prof. Ms. Pe. José Carlos José dos Santos – FDLM)

19h30 – Conferência: O olhar contemplativo e profético da realidade à luz do Magistério do Papa Francisco (Dom João Justino de Medeiros Silva – Arquidiocese de Montes Claros).

Quarta-feira – dia 05 – Faculdade Dom Luciano Mendes

09h – Conferência: Ver e Escutar após o eclipse da razão (Prof. Dr. Pe. Ibrain Vítor de Oliveira (PUC-MINAS)

10h30 – Discussão – Mediadores: Prof. Ms. João Paulo Rodrigues – FDLM e Prof. Ms. Maurício de Assis Reis – FDLM

14h – 17h – Minicursos

19h30 – Filme: Silence (Mediador: Prof. Ms. Maurício de Assis Reis – FDLM)

Quinta-feira – dia 06 – Instituto de Teologia

09h – Painéis

Painel 1 (09h)

“Os afogados e os sobreviventes”. Como escutar depois da tragédia

Prof. Dr. Geraldo Emery (Coluni – UFV)

Profa. Lidiane Ferreira do Valle (Psicóloga)

Mediador: Prof. Dr. Rodrigo Figueiredo (FDLM)

Painel 2 (10h30)

O ressoar da revelação no silêncio de Deus

Prof. Ms. Mons. Celso Murilo Reis (ITSJ)

Prof. Dr. Mons. Luis Antônio Reis Costa (ITSJ);

Mediador: Prof. Ms. Mons. Danival Milagres Coelho (ITSJ)

14h30 – 17h30 – Comunicações

20h – Apresentação musical – Maestra Josinéia Godinho – Coral do Seminário Arquidiocesano de Mariana

Sexta-feira – dia 07 – Faculdade Dom Luciano Mendes

9h – Conferência: O Sínodo da Pan-Amazônia e o mês missionário extraordinário – Prof. Pe. Geraldo Martins Dias

11h – Missa de encerramento

Realização: Faculdade Dom Luciano Mendes (FDLM) e Instituto Teológico São José (ITSJ) da Arquidiocese de Mariana

Agenda