domingo

, 19 de maio de 2024

Triunfo Barroco, em Ouro Preto, recorda a conclusão das obras da Basílica de Nossa Senhora do Pilar

19 de julho de 2023 Arquidiocese

Após exatos 290 anos, Ouro Preto reviverá no próximo dia 22 o Triunfo Barroco. A grande festa, realizada em 1733 na então Vila Rica de Ouro Preto para comemorar a conclusão das obras da Matriz do Pilar, hoje, Basílica do Pilar, acontece com a participação da comunidade das Irmandades, artistas e grupos de tradição, numa exibição única e gratuita. O espetáculo começa às 8h, com repique dos sinos das Igrejas e, às 18h, terá o cortejo saindo do Largo do Rosário rumo à Matriz do Pilar.

Com base na crônica de Simão Ferreira Machado, publicada em Lisboa em 1734, sob o título de “Triunfo Eucarístico”, a reconstituição do fabuloso evento mobiliza centenas de pessoas. Essa é a terceira edição contemporânea do cortejo.

O Prefeito de Ouro Preto, Angelo Oswaldo, explicou que a reconstituição do Triunfo Eucarístico não se limita ao aspecto religioso, mas tem uma significância cultural. “Embora a dimensão da fé esteja presente, o evento também é considerado um exemplo importante da cultura e da história da região. É um mergulho numa grande festividade barroca nos moldes dos triunfos que eram realizados nas grandes capitais do mundo latino. Este Triunfo Barroco está sendo encenado de acordo com cada página do livro Triunfo Eucarístico publicado em Lisboa, Portugal, em 1734, pela Irmandade N.Sra. do Rosário dos Pretos de Ouro Preto”.

Angelo Oswaldo lembrou também que esse cortejo foi construído em 1993, quando completava 260 anos, e novamente em 2006 e 2011, quando ele celebrou o seu mandato como prefeito nos 300 anos de Vila Rica.

Segundo o pároco e reitor da Matriz do Pilar, Padre Adilson Luiz Umbelino Couto, além dos 290 anos do templo, criado no local de uma antiga capela no início do século XVIII, a releitura que ocorre agora, nos 312 anos de Ouro Preto, vai celebrar também os 10 anos da elevação da igreja do Pilar ao status de ‘basílica menor’, título concedido pelo papa Bento XVI em 2012, momento importante para toda comunidade que, infelizmente, deixou de ser comemorado em razão do isolamento imposto pelo período pandêmico.

O que é o Triunfo Barroco

O “Triunfo Barroco”, é uma realização da Prefeitura de Ouro Preto com patrocínio da Cemig, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, é uma releitura do “Triunfo Eucarístico”, considerado a mais esplendorosa festa cultural do Brasil colonial. Na época, todos os detalhes foram registrados por Simão Ferreira Machado que, em seu libreto publicado em Lisboa, em 1734, descreve que “as ruas, as sacadas e as janelas das casas foram enfeitadas, enquanto espetáculos e serenatas, aconteciam por toda a Vila Rica”. Segundo ele, “um cortejo artístico foi armado com uma complexa trama coreográfica e desfilou pela cidade”, evento que atraiu milhares de pessoas vindas de diferentes partes da Capitania.

Programação do Triunfo

08h – Alvorada Festiva – Repique de sinos (Rosário, Paula, Pilar, Carmo, Assis e Mercês de cima)
15h – Arautos convidando para o grande cortejo
16h – Missa Solene na Igreja de Nossa Senhora do Rosário (Orquestra Jovem de Ouro Preto e Coral Francisco Gomes da Rocha)
18h – Cortejo Comemorativo do Triunfo Eucarístico
20h- Te Deum e Coroação de Nossa Senhora do Pilar (Coral São Pio X)
20h30 – Música nas Janelas – Banda de Rodrigo Silva

Sequência do Cortejo

1. Clarinada
2. Mouros e Cristãos
3. Revoada de anjos
4. O cavaleiro do bem contra a serpente do mal
5. Arautos da Alegria
6. Fartura do Ouro
7. Eucharistia in Translatione Victrix
8. Dança dos Romeiros
9. Os quatro ventos
10. Ouro Preto
11. Mãe do Ouro
12. Corpos Celestes
13. A Fama
14. O séquito de Ouro Preto
15. Nova Matriz
16. Fé, Esperança e Caridade
17. O guião
18. As irmandades e seus andores
19. Os anjos do Pilar
20. O séquito Clerical
21. O Páleo
22. Banda do Rosário

Texto: Prefeitura de Ouro Preto

Foto: Ane Souz/Divulgação

Agenda