sábado

, 13 de julho de 2024

Um olhar de esperança no terceiro dia do Fórum Social pela Vida

26 de novembro de 2022 Arquidiocese

O terceiro dia do 8° Fórum Social pela Vida, ocorrido neste sábado, 26 de novembro, foi marcado pela palavra esperança. Os cinco eixos de trabalho e suas temáticas, estado do bem viver; terra, teto e trabalho; dignidade humana e direitos sociais; ecologia integral; economia de Francisco e Clara, foram debatidos e discutiram sobre as questões que envolvam a Igreja e a sociedade.

Durante o sábado, os participantes puderam discutir a construção de diversos movimentos e organizações populares e fazer uma reflexão conceitual sobre o conjunto de métodos, metodologias e práticas nas comunidades, além da superação de preconceitos e construção de círculo de paz.

Os participantes somavam um grupo de 260 pessoas que foi subdividido em 13 grupos de trabalhos e puderam aprofundar sobre os avanços e desafios presentes nas cinco regiões pastorais da Arquidiocese de Mariana, além da realidade social, eclesial e os anseios do povo brasileiro na busca por justiça e fraternidade, a Casa Comum e a luta pela regeneração da vida nas bacias do Rio Doce e do São Francisco/Paraopeba, a articulação das lutas de combate às desigualdades econômicas, sociais, racial e de gênero, a organização popular e a garantia das conquistas coletivas de direitos.

Dessa forma, os presentes também tiveram a oportunidade de partilhar suas vivências e promover debates a partir das relações com os temas: as Comunidades Eclesiais de Base (Ceb’s) e o trabalho de base, educação popular no campo e na cidade, economia popular solidária-cooperativismo e associativismo, organização dos movimentos populares e a organização dos catadores de material reciclável.

As sínteses e propostas dos eixos foram apresentadas em uma plenária geral, na Escola Municipal Abelard Pereira, para aprovação das prioridades que irão compor a Carta Compromisso do 8° Fórum Social pela Vida para o triênio 2022-2025.  O documento final será lido e aprovado pelos participantes, neste  domingo (27), e os compromissos da carta devem ser aplicados com a sociedade do bem viver da Arquidiocese de Mariana.

Texto: Leonardo Moura