quinta-feira

, 18 de agosto de 2022

Vida de Dom Luciano é tema de palestra no Fórum da Pastoral da Criança e do Menor

14 de novembro de 2016 Arquidiocese

A vida de Dom Luciano foi tema da primeira palestra do Fórum da Pastoral da Criança e do Menor realizado no Santuário de Nossa Senhora das Graças, em Urucânia, na sexta-feira, 11 de novembro. Padre Darci Fernandes Leão foi o responsável por apresentar um pouco da história desse servo de Deus.

A importância da família, sua espiritualidade e fatos marcantes foram alguns dos pontos ressaltados pelo padre. Essas informações fazem parte da tese de doutorado de padre Darci intitulada “Caridade e justiça em Dom Luciano Pedro Mendes de Almeida (1930-2006). Uma interpretação teológico-moral de seus escritos e do seu testemunho de vida”, a tese foi defendida no dia 15 de março de 2016 em Roma.

“Dom Luciano aprendeu principalmente com sua família, segundo com a Congregação dos Jesuítas e terceiro com os pobres. Esse aprender com a famílias, sobretudo com os seus pais. Seu pai era católico, trabalhador, mas sempre uma pessoa religiosa, e a mãe, que além de ser muito religiosa, tinha o lado missionário. A mãe de Dom Luciano ia as favelas, levava alimentos para as pessoas e era uma mulher com uma grande sensibilidade para com os pobres. Então, apesar de Dom Luciano ter nascido em uma família rica, ele aprendeu essa sensibilidade, o que influenciou muito a sua infância”, conta o padre.

“Quando ele entrou para congregação ele aprendeu com os Jesuítas, com a questão de Santo Inácio, com a sua espiritualidade. E aprendeu com os pobres. Em Roma ele não imaginava encontrar jovens tão carentes e sofredores. Dom Luciano chegou para estudar e o seu superior pediu que ele fosse ajudar em uma pastoral e ele foi ajudar justamente em um presídio que era para adolescentes. E foi ali que ele percebeu como aqueles menores eram tratados de forma desumana”, acrescentou padre Darci.

O rosto da Pastoral

Ainda na sexta-feira (11), o coordenador arquidiocesano de pastoral, padre Geraldo Martins, partilhou com os participantes do Fórum um pouco do rosto da Pastoral do Menor.

Agenda