terça-feira

, 28 de maio de 2024

Pároco

Pe. Geraldo Martins

Festa do Padroeiro

24/06

Data de Fundação

19/02/2005

Telefone

(31) 3891-0349

Whatsapp

31995570414

Site

Clique aqui

E-mail

matrizsjbatista@yahoo.com.br

Paróquia São João Batista

A Paróquia São João Batista, em Viçosa, foi criada no dia 19 de fevereiro de 2005, mediante Decreto assinado pelo Arcebispo de Mariana, Dom Luciano Pedro Mendes de Almeida. Foi desmembrada inteiramente da paróquia Santa Rita de Cássia, constituindo-se na quarta paróquia da cidade. Nesse mesmo dia, o arcebispo presidiu a missa de sua instalação e deu posse ao seu primeiro pároco, padre Walter Jorge Pinto.

No Decreto, o arcebispo apresenta a justificativa e o objetivo da criação da nova paróquia em Viçosa. “Tendo aumentado, consideravelmente, o   número de habitantes, na cidade de Viçosa, surgiu a necessidade de criar mais uma paróquia, com o objetivo de servir, com mais eficiência, esta   porção do povo de Deus, colocada sob nossos cuidados pastorais”, diz o documento.

Ao final do Decreto, o arcebispo escreve: “São João Batista, titular da nova paróquia, e principal santo da devoção de Santa Rita de Cássia, interceda, junto de Deus, para que seus fiéis sejam, uns para os outros, precursores de Cristo, isto é, ajudem-se, mutuamente, a abrir o caminho do coração para a entrada de Deus”.

tombopsjb2

Segundo a ata de sua instalação, a paróquia São João Batista ficou constituída de onze bairros e sete comunidades rurais, com aproximadamente 11.875 habitantes, dos quais, 10.335 eram católicos, de acordo com dados do IBGE. Ainda de acordo com a ata, formavam a paróquia os seguintes “bairros e localidades rurais”: São José, Laranjal, Boa Vista, Amoras, Vale do Sol, Vau Açu/Marques, Barrinha, Cidade Nova, Inácio Martins, Nova Era, João Mariano, Júlia Molá, Nobres, Siriquite, Colônia, Duas Barras, Córrego São João, Zubá, Arruda, Vista Alegre, Pau de Cedro e Piúna.

Esse conjunto de bairros e localidades rurais constituíam treze comunidades que permanecem até hoje.

São sete urbanas:

  1. Divino Espírito Santo (Laranjal);
  2. Nossa Senhora Aparecida (Amoras);
  3. Santa Terezinha (Vale do Sol);
  4. São Francisco de Assis (Vau-Açu/Marques);
  5. São João Batista (Nova Era/João Mariano/Júlia Molar);
  6. São Judas Tadeu (Barrinha/Colônia/Cidade Nova);
  7. São Sebastião (Inácio Martins);

E seis rurais:

  1. Nossa Senhora das Graças (Córrego São João);
  2. Sagrado Coração de Jesus (Pau de Cedro);
  3. Santo Expedito (Paiol);
  4. São Geraldo (Piúna);
  5. São José (Nobres/Siriquite);
  6. São Pedro (Duas Barras).

Posteriormente, em 2015, foi constituída mais uma comunidade urbana, dedicada a Santa Luzia, no bairro Boa Vista, totalizando quatorze comunidades.

Sem igreja matriz, sem casa paroquial, sem salão de pastoral, as atividades da nova paróquia, incluindo as missas, realizavam-se na Escola Estadual Padre Álvaro Correa Borges. A Creche São João Batista também acolhia algumas atividades pastorais da paróquia. Ambas instituições estão localizadas no bairro Nova Era, escolhida para a sede da paróquia.

No início de 2006, a paróquia ganhou o terreno para a construção de sua igreja matriz e demais estruturas para os serviços pastorais: salão, secretaria e casa paroquiais. O terreno, situado entre os bairros Vale do Sol, Nova Era e Cidade Nova, foi doado por Dona Cirene Alves e filhos. Ainda nesse ano, começaram os preparativos para as construções com a aprovação dos projetos arquitetônicos pela prefeitura e CREA. Neste ano, também, foram realizadas as primeiras assembleias comunitárias de pastoral e escolha das lideranças das equipes pastorais.

montagen-1

A pedra fundamental da igreja matriz foi lançada no dia 11 de outubro de 2008, estando presente o Vigário Geral da Arquidiocese, Mons. Celso Murilo de Souza Reis, que a abençoou. No dia 1º de agosto de 2016, o Arcebispo de Mariana, Dom Geraldo Lyrio Rocha, presidiu a liturgia de Dedicação da Igreja São João Batista. “Foi visível a comoção de todos ante o significado e a beleza dos ritos da dedicação, com ponto alto na unção do altar e das cruzes da dedicação, obras estas do artista viçosense, Adenilson Abranches Monteiro, o mesmo do crucifixo do presbitério e do quadro dos anjos adoradores da capela do Santíssimo Sacramento, além dos vitrais”, escreveu o então Padre Walter Jorge Pinto no livro de Tombos da paróquia.

A Dedicação da igreja matriz selou a passagem do padre Walter como seu primeiro pároco, tendo sido transferido para a paróquia São José Operário, em Barbacena, após profícuo pastoreio em terras viçosenses. Seu sucessor, padre Luiz Carlos dos Santos, assumiu a paróquia no dia 29 de agosto de 2016, na festa litúrgica do martírio de São João Batista. Durante pouco mais de três anos, deu continuidade aos trabalhos pastorais organizados por seu antecessor e também às obras de construção, tendo terminado a casa e a secretaria paroquial, além de parte do salão paroquial.

Uma das atividades que, sem dúvida, marcaram o paroquiato do padre Luiz Carlos foi a ordenação episcopal do padre Walter Jorge Pinto, eleito bispo da diocese de União da Vitória, no Paraná, realizada, a seu pedido, na paróquia São João Batista, da qual foi o primeiro pároco. Presidida pelo arcebispo de Mariana, Dom Airton José dos Santos, a ordenação se deu no dia 30 de março de 2019.

Transferido para a paróquia São José, em Oratórios, padre Luiz Carlos deixou São João Batista no dia 7 de dezembro de 2019, sendo sucedido pelo padre Geraldo Martins Dias, cuja posse se deu no dia seguinte, 8 de dezembro, solenidade de Nossa Senhora da Conceição.

Fonte: Site da Paróquia São João Batista