domingo

, 23 de junho de 2024

30ª Assembleia Arquidiocesana de Pastoral visa reavivar as comunidades

15 de setembro de 2023 Arquidiocese

Instrumento de comunhão e participação, uma vez que reúne representantes das comunidades, pastorais, movimentos e dimensões de toda Arquidiocese, acontece nos dias 22 e 23 de setembro, no Instituto de Filosofia do Seminário São José, em Mariana (MG), a 30ª Assembleia Arquidiocesana de Pastoral. 

Tendo como foco as comunidades, neste ano, o evento eclesial tem como tema “Reavivar as comunidades na comunhão e participação” e a iluminação bíblica “Ouça o que o Espírito diz às igrejas” (Ap 2,7) e contará com a presença de leigos (as), diáconos, religiosos (as), seminaristas, padres e do Arcebispo Metropolitano, Dom Airton José dos Santos.

“A 30ª Assembleia tem como foco a ‘comunidade’, com o objetivo de avaliar a caminhada da Igreja, em nossa Arquidiocese, e propor novas ações, dentro do Projeto Arquidiocesano de Evangelização (PAE) e da Sinodalidade, a fim de reavivar as comunidades. Daí o tema. [Já] o lema, ‘Ouça o que o Espírito diz às igrejas’, nos convida a abrir os ouvidos e o coração para discernir, à luz do Espírito Santo, a realidade que nos cerca; e vivenciar a missão a que o mesmo Espírito nos convoca”, explica o Coordenador Arquidiocesano de Pastoral, Padre José Geraldo de Oliveira.

Considerado o momento mais importante da caminhada pastoral e evangelizadora da Arquidiocese, em sua 30ª edição, a Assembleia trouxe como novidade uma proposta de participação inspirada no processo de escuta do Sínodo dos Bispos 2021 – 2024 sobre sinodalidade. Para isso, desde maio, aconteceu um itinerário participativo em quatro instâncias: comunitária, paroquial, regional e arquidiocesana. 

Dessa forma, foi encaminhado às paróquias e comunidades um subsídio para refletirem e apresentarem suas propostas dentro do objetivo da Assembleia. “O que fazer para reavivar nossas comunidades na comunhão e participação?”. Na opinião de Padre José Geraldo, essa metodologia proporcionará que a 30ª Assembleia seja mais representativa, uma vez que não é possível que todos participem, cabendo aos delegados convocados apresentarem essas propostas na Assembleia. 

Vivemos um momento desafiador para a Igreja, no mundo atual. Isso nos conclama a unir nossas forças, caminhar juntos, num espírito de sinodalidade, e buscar novos meios para reavivar o ardor missionário de nossas comunidades. É preciso superar as diferenças, respeitando o jeito de caminhar de cada grupo pastoral, movimento eclesial e dimensão evangelizadora, mas com um objetivo comum de fortalecer a fé, reavivar e esperança e acolher a todos no amor de Cristo que nos une”, destaca o Coordenador Arquidiocesano de Pastoral.

Para isso, a 30ª Assembleia Arquidiocesana de Pastoral foi construída em quatro momentos principais:

  1. Celebrativo e de confraternização;
  2. Reflexão da realidade a partir das orientações da Igreja;
  3. Conversas e debates em grupos para apresentar propostas de ação;
  4. Eleição de prioridades de ação para a Arquidiocese, as Regiões Pastorais e as Paróquias e Comunidades.

Programação

A 30ª Assembleia acontecerá no Instituto de Filosofia, em Mariana, com início no dia 22 de setembro. O evento será aberto com a Celebração Eucarística de acolhida, às 9h. O encerramento será no sábado, dia 23, com a missa de ação de graças. As celebrações serão presididas pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Airton José dos Santos.

Oração pela Assembleia 

Deus, Pai de Bondade, nós vos bendizemos e louvamos, porque, constantemente, nos chamais ao vosso serviço e enriqueceis a nossa Arquidiocese com inúmeros benefícios.

Nós vos louvamos pelos Ministros Ordenados, pelos religiosos e religiosas e por tantos leigos e leigas que se dedicam ao serviço do Evangelho em nossas paróquias e comunidades.

Nós vos louvamos pelas nossas comunidades eclesiais que, mesmo em meio às dificuldades, têm procurado ser espaço de comunhão e participação.

Nós vos pedimos: Abençoai a nossa Assembleia Arquidiocesana de Pastoral, para que seja um momento de reavivar a nossa caminhada e de nossas comunidades, revendo nossos passos e buscando dar novo impulso à evangelização.

Que, inspirados pelo Projeto Arquidiocesano de Evangelização, em espírito de sinodalidade, de corações ardentes e com os pés a caminho, tenhamos um renovado ardor missionário, construindo uma Igreja casa de todos, de portas abertas para acolher os que chegam; e em saída ao encontro dos afastados e distantes. Isso vos pedimos por intercessão de Nossa Senhora da Assunção e São José, nossos Padroeiros.