sexta-feira

, 19 de julho de 2024

Arquidiocese de Mariana realiza o segundo Retiro e Encontro para Cristãos Leigos, em Barbacena

02 de julho de 2024 Arquidiocese

A Arquidiocese de Mariana, promoveu, pelo segundo ano consecutivo, o Retiro e Encontro para Cristãos Leigos, fundamentado na preparação para o Jubileu 2025. O encontro contou com a presença do Arcebispo Metropolitano de Mariana, Dom Airton José dos Santos e cerca de 63 coordenadores de todas as 5 regiões da Arquidiocese.

O primeiro Encontro Arquidiocesano de Cristãos Leigos e Leigas foi realizado em março de 2023, em Antônio Carlos (MG). O local escolhido para o retiro deste ano foi a Inspetoria São João Bosco dos Salesianos, em Barbacena (MG). O evento, organizado pelo Conselho do Laicato da Arquidiocese de Mariana (CLAM), foi marcado por momentos de reflexão, espiritualidade, fé e interiorização.

A importância do retiro

Como orientador do retiro, Dom Airton ressaltou a importância deste momento junto aos leigos, enfatizando a necessidade de se levar esta ideia para demais instâncias da Arquidiocese, abrangendo mais pessoas.

“Este retiro é muito importante para toda Arquidiocese. […] Esta iniciativa de fazer o retiro com os leigos aqui é para começar a conversa. Seria bom que cada paróquia fizesse o retiro para seus leigos, uma vez por ano. O padre pode fazer isto de forma a ajudar os leigos a refletirem um pouco. Hoje estamos com 60 pessoas presentes aqui. É uma tentativa, um bom sinal. Mas que continuemos fazendo isto em outras instâncias, abrangendo mais pessoas, que seja por cidade, por paróquias, por foranias ou região. Que consigamos nos animar para isto”, destacou o Arcebispo.

Em relação à formação espiritual do leigo, Dom Airton sublinhou que os leigos conseguem atingir pessoas que, muitas vezes, o clero não consegue chegar, não por falta de iniciativas, mas porque os leigos estão presentes nas diversas esferas da sociedade. Desse modo, devem buscar sempre estar espiritualmente integrados.

Momentos de reflexão

Os coordenadores participantes registraram o quanto é importante este momento de reflexão e, principalmente, a necessidade da escuta como base da fé. Flávio Pereira da Fonseca participou do retiro e evidenciou a importância do momento.

“Eu vim ao retiro no ano passado e retornei este ano. Para mim é uma experiência muito marcante, é um momento de muita aprendizagem, de muita espiritualidade e, particularmente, motivação para conseguirmos desempenhar ainda com mais ânimo nosso trabalho. Nos afastamos um pouco das dificuldades do dia para ter este contato mais íntimo com Jesus, ouvir a Palavra de Deus. É um momento muito rico que traz bastante conhecimento e que aumenta nossa espiritualidade”, relatou o coordenador da Paróquia Nossa Senhora das Dores, em Capela Nova (MG).

Glauciene Suany Nogueira, da Paróquia Santo Antônio, em Presidente Bernardes (MG), expressou os sentimentos de alegria e gratidão por viver o retiro. A leiga espera que o momento desperte em cada participante mais comprometimento com a missão que lhes foi dada, para que ocasiões únicas, como esta, possam acontecer e promover uma aproximação maior de Cristo, em cada paróquia.

“Poder estar aqui é uma grande satisfação. Enquanto coordenadora e leiga acho riquíssima esta oportunidade de poder afastar dos afazeres do dia a dia e estar aqui em momento de profunda reflexão sobre a prática, sobre a fé que professo, sobre os compromissos que nós coordenadores temos por estar a frente de um movimento, de uma pastoral ou da paróquia”, narrou Maria Aparecida Carvalho de Queiroz, da Paróquia Santo Antônio, em Teixeiras (MG).

Texto e fotos: Pascom Região Mariana Sul