segunda-feira

, 04 de março de 2024

Brasão e Lema episcopal do Monsenhor Geraldo são apresentados

17 de novembro de 2023 Arquidiocese

Tui sunt, et eos mihi dedisti
“São teus e os destes a mim” (Cf. Jo 17,6)

Monsenhor Geraldo de Souza Rodrigues, bispo eleito da Diocese de Januária (MG), divulgou o brasão e o lema de seu episcopado. O lema escolhido foi “Tui sunt, et eos mihi dedisti”, que significa “São teus e os destes a mim”. O versículo é inspirado da Oração Sacerdotal de Jesus (Cf. Jo 17,6).

Os heraldistas Camilo Alves Luís e Padre Patriky Samuel Batista foram os responsáveis pela criação e desenvolvimento do brasão episcopal do Monsenhor Geraldo. Confira a explicação de cada elemento:

“São teus e os destes a mim” (Cf. Jo 17,6)

O Bispo Diocesano é sinal visível do próprio Cristo Mestre, Pastor e Pontífice (CIC 1558). A exemplo do Bom Pastor, ele é chamado por Deus a “cuidar do rebanho sobre o qual o Espírito Santo o estabeleceu como guardião para apascentar a Igreja de Deus, que ele resgatou com seu sangue redentor” (Cf. At 20,28).

Eis a inspiração para o lema: “São teus e os destes a mim” (Cf. Jo 17,6). Nosso Senhor Jesus Cristo revelou o mistério do amor de Deus aos seus discípulos como Verbo Encarnado que cuida, instrui e salva. Assim, ao receber a missão episcopal, o bispo é chamado a cuidar e pastorear no amor aqueles que Deus lhe confia na Igreja particular.

Para poderem atender melhor ao bem dos fiéis, o bispo é chamado a conhecer o seu rebanho em suas necessidades, dentro das circunstâncias sociais em que vivem.

“No exercício desta solicitude pastoral, respeitem a parte que pertence aos seus fiéis em matéria eclesiástica, reconhecendo-lhes também a obrigação e o direito de colaborar ativamente na edificação do Corpo místico de Cristo. Abracem sempre com especial caridade os sacerdotes, que compartilham das suas funções e solicitude, e tão zelosamente satisfazem esses deveres com o trabalho de cada dia, considerando-os como filhos e amigos, e, portanto, mostrando-se prontos a ouvi-los e tratando-os com confiança, procurem dar nova vida a toda a atividade pastoral da diocese inteira” (Cf. Decreto Christus Dominus, 16).

Assim, o bispo é chamado a cuidar do Povo de Deus, promover o ministério do amor, da comunhão e da participação na Igreja particular, em sinodalidade.

O BRASÃO EPISCOPAL SINALIZA ESTE DESEJO:

  1. A âncora em destaque no centro representa a esperança e a fidelidade. Ela mantém a estabilidade do barco em meio as tempestades. É sinal da confiança em Cristo diante dos desafios da missão. “A esperança, com efeito, é para nós como uma âncora da alma, segura e firme. Ela penetra para além da cortina do Santuário, onde Jesus entrou por nós, como precursor, feito sumo sacerdote eterno segundo a ordem de Melquisedec” (Hb 6,19-20).
  2. O Sol a esquerda representa a claridade da fé. Representa a presença daquele que é a Luz do mundo (Jo 8,12), que se entregou por amor na Cruz (Jo 19,30). O luminoso amor que brota do coração do bispo o impele a servir com alegria.
  3. À direita temos a flor de liz. Convicto da intercessão e proteção da Virgem Maria, a Senhora da Conceição, serva fiel, o bispo confia a ela o seu ministério e a vida de sua Igreja Particular. Ela, que é a Rainha dos Apóstolos e a Mãe da Igreja, é também modelo de discípula atenta à Palavra de Deus. Como recorda a Pastores Gregis: “o Bispo encontrará na Santa Mãe de Deus uma mestra na escuta e cumprimento solícito da Palavra de Deus, no discipulado fiel ao único Mestre, na firmeza da fé, na esperança jubilosa e na ardente caridade”.
  4. Abaixo, as ondas que evocam o Rio São Francisco que une muitos municípios da Diocese de Januária (MG). Também recorda ao bispo que é hora de mais uma vez “Avançar para águas mais profundas” (Lc 5,4).
  5. O chapéu e as franjas são símbolos da dignidade episcopal entendida como serviço à comunidade diocesana, da qual o bispo é pastor. Lembra Jesus Cristo, cabeça da Igreja, seus 12 apóstolos, a sucessão e a colegialidade dos bispos com o Papa.
  6. Concluído o escudo, temos o lema do bispo: o modo com o qual ele deseja servir a Cristo por meio do ministério que lhe é confiado: Cuidar daqueles que Cristo o confiou.

 

Heraldistas:
Camilo Alves Luís
Pe. Patriky Samuel Batista

 

Veja também:

Monsenhor Geraldo de Souza Rodrigues é nomeado bispo da Diocese de Januária

Mensagem do Mons. Geraldo de Souza Rodrigues à Diocese de Januária

Dom Airton envia saudações ao Monsenhor Geraldo, novo Bispo de Januária

Divulgada a data da Ordenação Episcopal do Monsenhor Geraldo

Diocese de Januária divulga data da posse canônica do Mons. Geraldo

Agenda