terça-feira

, 09 de agosto de 2022

Centenas de fiéis se reúnem em Mariana para celebrar a Páscoa do Senhor

18 de abril de 2022 Arquidiocese

“Cristo ressuscitou, aleluia!”. Exultantes de alegria, centenas de fiéis se reuniram na Praça dos Ferroviários, em Mariana (MG), para festejar a Páscoa do Senhor. À ocasião, a Santa Missa foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Airton José dos Santos.

À ocasião, concelebraram a Eucaristia o  Diretor de Estudos do Seminário São José, Padre Geraldo Dias Buziani, o Pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, Padre Luiz Roberto de Souza, o Pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, Padre Marcelo Moreira Santiago, o Diretor do Instituto Arquidiocesano de Filosofia, Padre Eduardo Anderson Paiva, e o Pároco da Paróquia e Catedral Nossa Senhora da Assunção, Cônego Nedson Pereira de Assis.

Homilia

Refletindo sobre a liturgia do dia, em sua homilia, Dom Airton recordou que o Domingo da Ressurreição celebra a fé. “A Eucaristia é o grande mistério da presença de Cristo no mundo. Nosso Senhor não quis ficar entre seus discípulos através de qualquer objeto; está presente através da Eucaristia, que antes era pão e vinho e depois é o Corpo e o Sangue do Senhor”, afirmou.

Continuando sua explicação, o Pastor da Igreja Particular de Mariana ressaltou que é o Cristo vivo e Ressuscitado que cada cristão comunga ao participar da Santa Missa, a fim de que seja o alimento de sua fé, e não somente um objeto de devoção. “Os objetos de devoção nós os temos: o crucifixo, uma imagem de um santo, uma estampa, [por exemplo], de Nossa Senhora da Conceição ou Nossa Senhora da Assunção. Por isso, pedimos a um padre para benzer quando os adquirimos, [pois] são objetos que levam cada um de nós a compreender o mistério de Deus. [Já] a Eucaristia é o próprio Cristo presente na história do seu povo”, destacou Dom Airton.

Meditando especificamente sobre o Evangelho do dia, o Arcebispo Metropolitano de Mariana pontuou que o primeiro anúncio foi a pregação dos apóstolos. “Aquele que vocês mataram, pregando-o na Cruz, Deus o ressuscitou! É essa a primeira notícia. Ou seja: nós testemunhamos que Jesus Cristo não está morto, mas vive! E a sua Ressurreição é a promessa da nossa Ressurreição”, disse.

“Já ressuscitamos com Cristo ou não?”, ponderou Dom Airton para a reflexão individual, lembrando que, de acordo com o apóstolo é preciso viver vida nova. “Quem continua na sua vida velha, no pecado, no egoísmo, no distanciamento dos irmãos, na falta de respeito com tudo aquilo que existe e que Deus criou, não ressuscitou, não”, completou Dom Airton pedindo aos presente que sejam testemunhas fiéis da Ressurreição de Cristo.

Procissão e bênção do Santíssimo

 

Depois de dois anos por causa da pandemia, finalizada a Santa Missa, os fiéis e sacerdotes presentes seguiram, com piedade e devoção, a procissão do Santíssimo Sacramento pelas ruas de Mariana em direção à Praça da Sé. Durante o percurso, casas com suas fachadas enfeitadas para acolher a passagem do Santíssimo Sacramento foram observadas. Já no centro histórico, os tradicionais tapetes devocionais feitos de serragem também foram realizados.

Ao chegar na Praça da Sé, Dom Airton concedeu aos participantes a bênção do Santíssimo e encerrou oficialmente a programação da Semana Santa na Arquidiocese de Mariana.

Fotos: Thalia Gonçalves/Dacom Arquidiocese de Mariana

Confira outras fotos na página do Facebook da Arquidiocese de Mariana: CLIQUE AQUI

Veja também:

Mensagem Urbi et Orbi: Deixemo-nos vencer pela paz de Cristo! A paz é possível

“Somos chamados a nos deixar banhar pela luz da Ressurreição”, diz presidente da CNBB em homilia de Páscoa

Sábado Santo encerra tríduo preparatório para a Páscoa do Senhor 

Agenda