sexta-feira

, 24 de maio de 2024

Dom Airton participa do programa Diálogo dos Bispos da Rede Vida

19 de abril de 2024 Arquidiocese

O Arcebispo Metropolitano de Mariana, Dom Airton José dos Santos, participou na noite da última terça-feira, 16 de abril, do programa “Diálogo dos Bispos” da emissora católica Rede Vida. O programa abordou assuntos da 61ª Assembleia Nacional da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e respondeu dúvidas comuns dos telespectadores.

Com a presença de quatro prelados do Regional Leste 2 da CNBB, a conversa foi mediada pelo Arcebispo Metropolitano de Uberaba, Dom Paulo Mendes Peixoto, e contou também com a participação do Arcebispo Metropolitano de Pouso Alegre (MG), Dom José Luiz Majella Delgado e o Bispo da Diocese de Luz (MG), Dom José Aristeu Vieira.

Igreja Una

Um dos assuntos abordados no programa foi sobre a unidade da Igreja. Ao comentar sobre esse questionamento, Dom Airton explicou que a Igreja é formada pelas (arqui)dioceses e que cada pastor responsável por elas estão em comunhão com o Colégio dos Bispos. Esse, por sua vez, está em sintonia com o Papa, formando a unidade da Igreja.

“Por isso, nós somos católicos, por isso é que nós somos a Igreja presente no mundo inteiro. E a Igreja tem uma missão: em primeiro lugar, é transmitir a todas as pessoas e todos os batizados essa certeza de que a Igreja vive na unidade que Cristo sempre quis”, afirmou o Arcebispo Metropolitano de Mariana.

Diante disso, Dom Airton reforçou que, mesmo que há divergências em assuntos circunstanciais e passageiros, a Igreja não se divide no que é o essencial do Evangelho e na mensagem cristã.

Da direita para a esquerda: Dom Paulo, Dom Majella, Dom Aristeu e Dom Airton.

61ª Assembleia Geral da CNBB

Na temática da 61ª Assembleia Nacional CNBB, à ocasião, Dom Paulo convidou Dom Airton a explicar se os bispos são obrigados a seguir e aplicar em suas dioceses as decisões deliberadas na Assembleia.

Em sua fala, o Arcebispo Metropolitano de Mariana reforçou, mais uma vez, o aspecto da unidade e partilha na caminhada da Igreja no Brasil e que, dessa forma, as decisões não são acolhidas por obrigações, mas em colegialidade. Segundo ele, o que é de caráter obrigatório são aspectos morais, jurídicos e litúrgicos, como o uso da terceira tradução do Missal Romano.

“Isso nós temos que usar nas nossas dioceses. Não podemos dizer: ‘o missal, foi aprovado, o Papa aprovou, a Santa Sé aprovou, mas eu não quero usar’. Não! Eu tenho uma obrigação, eu devo obedecer a essa disciplina, senão eu não sou católico”, reiterou.

Participação dos telespectadores

Ao longo de todo o programa, o público teve a oportunidade de ajudar no “Diálogo dos Bispos”, enviando suas dúvidas e questionamentos. Um dos telespectadores que encaminhou sua pergunta foi Luís Antônio Monteiro, de São José de Rio Preto (SP), que questionou sobre os critérios para se escolher um novo bispo.

À oportunidade, o Arcebispo Metropolitano de Mariana explicou que é normal um bispo apresentar um padre de sua diocese para ser eleito para o episcopado, diante das necessidades da Igreja, mas enfatizou que a escolha é feita pelo Papa.

Rompimento da barragem de Fundão

Outro questionamento direcionado a Dom Airton foi sobre o posicionamento e ações da Arquidiocese de Mariana perante o rompimento da barragem de Fundão, em novembro de 2015.

Em sua resposta, o Arcebispo recordou que, na época ainda estava na Igreja Particular de Campinas (SP), mas que toda a Igrejas do Brasil se uniu para colaborar com a Arquidiocese de Mariana no atendimento às pessoas atingidas por meio de uma coleta.

“Lembramos isso com muito pesar. Não precisaria ter acontecido! A ganância, o interesse em querer lucro acima de tudo, sem olhar a pessoa humana, sem olhar o meio ambiente, sem olhar o que o Papa tem dito hoje sobre proteção da condição de vida. Isso leva a desastres”, ponderou Dom Airton.

Ele ainda reforçou que Dom Geraldo Lyrio Rocha, então Arcebispo Metropolitano de Mariana, junto dos padre e leigos acompanharam a situação de perto ajudando dentro do possível. Além disso, Dom Airton destacou que o acompanhamento às pessoas e comunidades atingidas por parte da Arquidiocese de Mariana segue sendo realizado até hoje.

O programa “Diálogos dos Bispos” foi ao ar na terça-feira, 16 de abril, às 22h30, e está disponível para assistir no canal do YouTube da Rede Vida:

Texto: Paulo César Gouvêa/Arquidiocese de Mariana

Imagens: Reprodução do YouTube da Rede Vida