domingo

, 14 de agosto de 2022

Dom Valter Magno, bispo filho da Arquidiocese de Mariana, celebra um ano de ordenação episcopal

21 de janeiro de 2022 Arquidiocese

Neste domingo, 23 de janeiro, Dom Valter Magno de Carvalho celebrará o seu primeiro ano como bispo. Exercendo o seu ministério episcopal como Bispo Auxiliar da Arquidiocese de São Salvador da Bahia (BA), Dom Valter é filho desta Igreja Particular e foi ordenado em 23 de janeiro de 2021, na Basílica de São José Operário, em Barbacena (MG). 

Por essa razão, o Departamento Arquidiocesano de Comunicação (Dacom) conversou com o prelado sobre o assunto. Confira! 

Dacom: No próximo dia 23, o senhor completará um ano de ordenação episcopal. Qual é o sentimento que perpassa em seu coração?

Dom Valter: Depois de viver este primeiro ano de ordenação episcopal a palavra é gratidão. Deus tem sido muito generoso comigo me concedendo a graça de viver este tempo como um verdadeiro aprendizado da missão de pastorear o seu rebanho.

Dacom: Como o senhor avalia esse primeiro ano como bispo? Quais foram os principais desafios enfrentados?

Dom Valter: Avalio de modo muito positivo este tempo vivido. A convivência mais próxima com o Cardeal Dom Sérgio, nosso Arcebispo, e com os irmãos Bispos Auxiliares tem sido uma bela oportunidade de exercitar a fraternidade. 

Os desafios são muitos. Elenco alguns: o próprio exercício do ministério episcopal; o início da nova missão em plena pandemia; a realidade eclesial da Arquidiocese de Salvador; a pastoral em um grande centro urbano e o distanciamento da minha Arquidiocese de origem, a nossa querida Mariana.

 

Ordenação episcopal de Dom Valter foi celebrada na Basílica de São José Operário, em Barbacena (MG)

 

Dacom: As realidades da Arquidiocese de São Salvador da Bahia e da Arquidiocese de Mariana são diferentes. Como foi esse processo de adaptação?

Dom Valter: Adaptar-se a uma missão e a uma realidade nova é sempre um grande desafio. No entanto, apesar das diferenças e das dificuldades enfrentadas, me sinto muito bem acolhido em Salvador. Desde o primeiro momento, tanto os bispos, padres, diáconos e os leigos e leigas me acolheram com grande alegria. O povo baiano é muito acolhedor e generoso. Essa acolhida afetuosa tornou o processo de adaptação mais tranquilo.

Dacom: O senhor é Bispo Auxiliar do Cardeal Dom Sérgio da Rocha na Igreja Particular de São Salvador. Como consiste esse trabalho? O senhor atua em alguma pastoral, movimento ou região de forma específica?

Dom Valter: Agradeço a Deus por ter sido chamado para a missão episcopal como Bispo Auxiliar. Salvador é uma escola. Na colaboração com Dom Sérgio e atendendo ao seu pedido, assumi algumas missões específicas. Assim, tenho colaborado:

– Acompanhando a coordenação pastoral de quatro foranias que compreendem 40 paróquias;

– Sou o Bispo Referencial para o Ministério Ordenado: acompanho mais de perto os padres diocesanos (Pastoral Presbiteral) e os diáconos permanentes (Comissão Arquidiocesana de Diáconos);

– Tenho a responsabilidade de acompanhar o trabalho do Seminário Arquidiocesano São João Maria Vianney que acolhe seminaristas de Salvador e das Dioceses de Camaçari e Ilhéus;

– Dos serviços pastorais, sou referencial para as Pastorais Sociais, Pastoral da Comunicação (Pascom), Pastoral da Juventude (PJ), Pastoral Vocacional e os Movimentos Eclesiais;

– Acompanho mais de perto algumas instituições ligadas à Arquidiocese: Assistência Social Arquidiocesana (ASA), Centro de Treinamento de Líderes (CTL), Fundação Instituto Feminino da Bahia e Fundação Dom Avelar Brandão Vilela (Rede Excelsior de Comunicação).

Dacom: Deixe uma mensagem aos fiéis da Arquidiocese de Mariana.

Dom Valter: Agradeço a Deus pela minha história vivida em grande parte na Arquidiocese de Mariana. Neste ano, em 23 de agosto, completarei 25 anos de ordenação sacerdotal. Vivo minha vocação com alegria e, apesar das minhas muitas fragilidades, sou muito feliz como padre, agora vivendo o sacerdócio na missão episcopal. Quero mais uma vez agradecer à querida Arquidiocese de Mariana por todo o bem realizado em minha vida. Os bispos, padres, diáconos e cristãos leigos e leigas que passaram por minha vida tornaram Mariana inesquecível para mim.

Veja também:

Tríduo Preparatório para a ordenação episcopal do Monsenhor Lauro começa neste fim de semana

Está chegando o dia da ordenação episcopal do Monsenhor Lauro

Agenda