sexta-feira

, 24 de maio de 2024

Leigos de Barra Longa e Pedra Bonita participam do Acampamento Transfiguração no Pará

17 de abril de 2024 Arquidiocese

Imbuídos do espírito missionário, 19 leigos da Arquidiocese de Mariana estão desde o dia 10 de abril em Altamira (PA) para ajudarem na realização do Acampamento Transfiguração. O grupo é pertencente às Paróquias São José das cidades de Barra Longa (MG) e Pedra Bonita (MG) e permanecem no estado amazônico até a próxima segunda-feira, dia 22.

A ação surgiu a partir de uma constatação dos anseios e necessidades locais por parte do Padre D’Artagnan de Almeida Barcelos, sacerdote do Clero Marianense em missão na Diocese de Xingu-Altamira (PA), que em janeiro deste ano levou um grupo de leigos da Paróquia Imaculada Conceição, em Altamira, onde é pároco, para conhecer o Acampamento Transfiguração da cidade de Pedra Bonita.

Após esse primeiro contato, o grupo se encantou pela iniciativa e decidiu implantá-la também na paróquia de Altamira. Segundo o Padre Adelson Clemente, que está no Pará juntamente do grupo, o Acampamento Transfiguração trabalha seguindo o método do “querigma”, do primeiro anúncio, com o objetivo de aproximar o ser humano de Jesus. “Aqui, nas terras paraenses, o desejo é que os leigos formem leigos para atuar no trabalho evangelizador”, disse.

Participando da ação missionária, Claudiane descreveu emocionada sobre a vivência, considerada renovadora em sua vida de fé: “quero que mais pessoas façam a experiência do amor de Deus. Ao deixar casa, família e trabalho para participar, me senti como os discípulos; o desapego me trouxe paz. Quero ser discípulo-serva desta obra”, disse.

O sentimento é também compartilhado por Mussi Daniel, de Barra Longa, que agradece a Deus pela oportunidade de poder participar e servir no Acampamento Transfiguração. “Tive livramentos, reconheço que minha vida é um dom de Deus e, por isso, eu me sinto na obrigação de devolver um pouquinho. Vir aqui é desafiador: deixar o trabalho, família e ocupações em Barra Longa, para ajudar outras pessoas a experimentar o amor de Deus”, afirmou sobre sua experiência missionária.

Arquidiocese de Mariana: uma Igreja missionária em saída

Concretizando o chamado em ser uma Igreja missionária em saída, a Arquidiocese de Mariana abraça o projeto “Igreja Irmãs” da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Atualmente, além do Padre D’artagnan, outros dois sacerdotes estão em missão: Padre João Paulo da Silva, na Arquidiocese de Porto Velho (RO), e Padre Joel Santos de Marselha, também na Diocese de Xingu-Altamira (PA).

Para Padre Adelson, a participação dos leigos nas ações missionárias e colaborando na evangelização além-fronteiras é a realização de um sonho.

Essa não foi a primeira vez que um grupo de leigos da Arquidiocese de Mariana foi ao Pará para servir nos trabalhos evangelizadores. Em setembro de 2023, 24 pessoas da cidade de Ressaquinha (MG) também estiveram em Altamira para auxiliarem na implantação do Encontro de Adolescentes com Cristo (EAC). (Relembre AQUI)

Com informações e fotos do Padre Adelson Clemente