quarta-feira

, 17 de abril de 2024

Lírio de pureza no céu: conheça as referências usadas no hino da futura beata Isabel Cristina

28 de setembro de 2022

No último dia 19 de setembro, a Arquidiocese de Mariana divulgou o hino da futura beata Isabel Cristina. Composto pelo seminarista José Mário Santana Barbosa, do 4º ano de Teologia, e pelo organista Wallace Gabriel Moura da Silva, o cântico é uma homenagem às virtudes heroicas da Mártir Isabel Cristina.

Em artigo, o seminarista José Mário explica as referências utilizadas na composição do cântico. Confira:

Os hinos estão presentes nas mais diferentes culturas do mundo. Eles representam um momento importante de agregação do povo em torno de um tema comum. Também no cristianismo eles têm sido amplamente utilizados, sempre com o objetivo de traduzir em linguagem popular a veneração que o povo presta a Deus, na comunhão com a Igreja, que é a comunhão dos santos.

É neste sentido que o hino da futura beata Isabel Cristina foi composto e gravado, e agora é disponibilizado, para favorecer sua divulgação em nosso meio. As imagens utilizadas na escrita do hino foram tiradas da Sagrada Escritura, da teologia e espiritualidade católicas e da biografia da futura beata, escrita pelo Padre Geraldo Cifani Pinheiro, SVD.

É do Padre Geraldo Cifani a afirmação de que “a rosa amorosa de Barbacena tornou-se agora lírio de pureza no céu”. O pedido presente no refrão do hino reflete o desejo de que toda a Igreja encontre no testemunho desta serva de Cristo uma inspiração renovada para viver o amor, mandamento maior.

A primeira estrofe do cântico trata da dimensão da virgindade, meio pelo qual tantas mulheres consagraram suas vidas a Cristo, desde os primeiros séculos do cristianismo. Já na segunda é destacado o martírio sofrido por Isabel Cristina, assemelhando-se de modo profundíssimo à morte de Cristo na cruz.

A estrofe seguinte trata da vida da Serva de Deus em sua família, bem como sua participação na vida da comunidade, sendo jovem engajada na Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP). Por fim, a quarta estrofe reúne estas características todas em forma de pedido: que a futura beata Isabel Cristina abençoe a todos, em especial os jovens, para, como ela mesma disse em uma de suas cartas, construirmos “nosso pequenino mundo cheio de amor, paz e amizade”.

A composição do hino é de José Mário Santana Barbosa (letra) e Wallace Gabriel Moura da Silva (música).

A gravação do hino foi feita pelo Coral “Mosaico”, de Viçosa, sob produção musical e arranjo para coro de Renato Luiz Gonçalves. Os cantores são: Glauce Dias da Costa, Amanda Santos, Mônica de Paula Jorge e Natália Rigueira Fernandes (sopranos); Paula de Oliveira Barros, Rosilene Cardoso Barbosa Monteiro, Eulália Maria Gomes de Oliveira e Jennifer Dias (contraltos); Michel Enrique e Walef Kesse Coelho de Almeida (tenores); e Renato Luiz Gonçalves e Victor Nascimento Rosário (barítonos). José Mário Santana Barbosa

Ouça o hino da futura beata Isabel Cristina em:

Faça o download dos materiais disponibilizados AQUI

Texto: José Mário Santana Barbosa

Veja também:

Arquidiocese de Mariana divulga hino em honra à futura beata Isabel Cristina

Arquidiocese de Mariana mobiliza campanha em prol da beatificação da Serva de Deus Isabel Cristina

Agenda

VEJA TAMBÉM