sábado

, 25 de maio de 2024

Mês vocacional: terceira semana de agosto é dedicada à vida consagrada

19 de agosto de 2021 Arquidiocese

Foto: Ir. Maria de Lourdes durante a celebração dos seus 25 anos de vida consagrada – Arquivo pessoal

Em agosto, a Igreja no Brasil celebra o mês vocacional, tempo dedicado à oração, reflexão e ação nas comunidades sobre as vocações. Com o tema proposto é “Cristo nos salva e nos envia” e o lema é “Quem escuta a minha palavra possui a vida eterna” (cf. Jo 5,24), cada semana é dedicada à celebração de uma vocação específica, sendo essa à vida consagrada.

Por essa razão, o Departamento Arquidiocesano de Comunicação (Dacom) conversou com a Ir. Maria de Lourdes Soares Duarte sobre a vocação à vida consagrada. Natural da cidade de São Gonçalo do Rio Abaixo (MG), ela tem 27 anos de vida consagrada no Instituto das Irmãs da Beneficência Popular, fundado por Monsenhor Rafael Arcanjo Coelho em 17 de maio de 1946 em Alvinópolis (MG).

Dacom: O que é a vocação à vida consagrada e como é o processo de discernimento vocacional? 

Ir. Maria de Lourdes: A vocação à Vida Consagrada é um chamado de Deus. É Deus com seu infinito amor e bondade quem nos chama e convida ao seguimento de seu Filho, Jesus Cristo, para servir os irmãos e irmãs desfavorecidos. A vocação à Vida Consagrada exprime a íntima natureza da vocação cristã.

O processo de discernimento vocacional é organizado por meio de encontros, dias de oração e participação na Pastoral Vocacional Diocesana. Contamos com uma Equipe de Animação Vocacional que segue as orientações do Projeto de Animação Vocacional do Instituto, fazendo primeiro um acompanhamento e orientando à pessoa interessada na família. 

Dacom: Como foi o processo de despertar vocacional da senhora?

Ir. Maria de Lourdes: Graças a Deus sou de uma família que tem muita fé e devoção. Quando criança, com uns sete anos de idade, recebemos em nossa casa a visita de algumas religiosas que residiam na cidade de Itabira (MG). Gostei muito do jeito de ser delas. Penso que a partir daí Deus tocou meu coração.

Depois tive a oportunidade de morar na casa de religiosas para concluir os estudos de 5ª a 8ª séries. Muito me admirava com a maneira de ser delas, a acolhida, a atenção para com as pessoas, os momentos de oração e os trabalhos que realizavam. Foi um tempo oportuno para o despertar vocacional.

Dacom: Como é a vivência da vida consagrada?

Ir. Maria de Lourdes: Nos consagramos a Deus e nos comprometemos em viver os Conselhos Evangélicos, a vida fraterna em comunidade para servir Cristo nos irmãos e irmãs, no espírito evangélico de humildade, mansidão e simplicidade. Temos momentos de oração pessoal e comunitária e participação nas Celebrações Eucarísticas. Colocamos os dons que nos foram concedidos por Deus a serviço.

Dacom: Qual a mensagem a senhora deixaria para aquelas e aqueles que se sentirem chamados a viver a vocação da vida consagrada?

Ir. Maria de Lourdes: Que os jovens e as jovens que se sentem chamados/as a viver a vocação religiosa, possam responder com generosidade o seu SIM a Deus.

 

Oração Vocacional das Irmãs da Beneficência Popular

Senhor Jesus Cristo,

É grande a alegria de vos servir amando a todos,

Especialmente aos mais pobres.

Ensinai-nos a dizer sempre “SIM”

A exemplo de Maria nossa Mãe

E a viver os Conselhos Evangélicos

Na fraternidade.

Convocai Senhor jovens generosas 

que se dediquem em vosso nome ao serviço dos irmãos.

Concedei-nos vosso Espírito Santo 

e conservai-nos unidas e fiéis 

para anunciarmos, com simplicidade e coragem, 

as maravilhas do AMOR de vosso Sagrado Coração. Amém.

(Dom Luciano Mendes de Almeida)

Veja também: 

Em entrevista, padre Rosemar fala sobre o mês vocacional e as vocações na Arquidiocese de Mariana