sábado

, 25 de maio de 2024

Pastoral da Juventude realiza primeiro Encontro Arquidiocesano de Espiritualidade

26 de abril de 2024 Arquidiocese

No último final de semana, nos dias 20 e 21 de abril, a Pastoral da Juventude (PJ) se reuniu na Casa de Encontro Cardeal Cardijn, em Conselheiro Lafaiete (MG), para o 1º Encontro Arquidiocesano de Espiritualidade para a Juventude. No total, 70 jovens, das cinco regiões pastorais da Arquidiocese de Mariana, participaram do momento.

Com o tema “Deserto não é lugar de ficar, deserto é lugar de atravessar” e a iluminação bíblica foi “Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem desanime, pois o Senhor o seu Deus, estará com você por onde você andar” (Js 1, 9), o encontro foi assessorado pelo jornalista e ex-Coordenador Nacional da PJ, Vinícius Borges.

Como tem vivido sua espiritualidade?

Tendo iniciado no sábado, dia 20, os participantes foram todos acolhidos e convidados, com a ajuda de Vinícius, a aprofundaram na temática do encontro. Na oportunidade, eles construíram um diário, carinhosamente chamado de “O caderno companheiro”, e responderam algumas perguntas que faziam memória ao jeito de fazer oração, como:

  • Qual a primeira oração que aprendi quando criança?
  • Que tipo de reza/conversa com Deus eu costumava fazer?
  • Qual o lugar sagrado eu visitei e que mais me marcou?
  • Como meus pais e meus avós rezavam?

Após o almoço, foi feita uma dinâmica em grupo, para que os jovens partilhassem seus momentos de fé e respondessem a algumas perguntas. O objetivo foi refletir sobre ter conversas com Jesus, de modo a perceber como os jovens têm vivido e cuidado a espiritualidade.

Durante à noite, guiados pelos membros da Coordenação Arquidiocesana da Pastoral da Juventude (CAPJ), os jovens rezaram o Terço dos Mártires, quando fizeram memória a personalidades importantes na América Latina e que inspiram a caminhada da juventude. Dentre eles, estavam São Oscar Romero, Irmã Dorothy Stang, Padre Ezequiel Ramin, Padre Josimo Morais Tavares e a Beata Isabel Cristina Mrad Campos. Ao final, foi lida uma mensagem de Dom Pedro Casaldáliga para a Romaria dos Mártires de 2011.

Amizade da juventude com Jesus

No domingo, 21 de abril, a coordenação do encontro propôs várias reflexões para os jovens a fim de instigar a reflexão sobre a necessidade de parar e relembrar da amizade que a juventude tem de ter com Jesus e das oportunidades de criar uma proximidade de fé com Deus.

À ocasião, uma adoração ao Santíssimo Sacramento foi realizada, com o objetivo de que os jovens sentissem a proximidade com Cristo, como amigo e solução dos problemas. Vários jovens se emocionaram e partilharam que, nos momentos de dificuldade, se apegaram na fé para buscar a solução.

Durante a adoração, os presentes foram lembrados que Jesus também atravessou o deserto e passou por dificuldades, mas superou com fé e perseverança, sendo Ele o maior e melhor exemplo a se seguir. Além disso, destacou-se de que a missão de Cristo foi cheia de comprometimentos, mobilizando aos jovens a levar aos grupos de base um pouco do EAEPJ como vivência e forma de semear a fé.

Uma nova dinâmica de grupos foi feita, desta vez, para elaborar estratégias de replicar o encontro nas bases.

Olhar para Cristo

O Encontro Arquidiocesano de Espiritualidade foi encerrado com a celebração eucarística presidida pelo Pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, em Conselheiro Lafaiete, Padre Euder Daniane Canuto Monteiro.

Na homilia, Padre Euder recordou a liturgia da Festa do Bom Pastor celebrada no dia e afirmou que é preciso sempre lembrar que Cristo é amigo de cada um. “A espiritualidade é olhar para o Cristo com os pés no chão, mas sempre olhar para o Cristo”, frisou.

À ocasião, o sacerdote ainda convidou a juventude a estar presente nas festividades do 1° Jubileu do Sagrado Coração de Jesus, que vai acontecer em virtude dos 150 anos da consagração da Arquidiocese de Mariana ao Sagrado Coração de Jesus. Ele ainda pontuou que o Papa Francisco tem pedido para os católicos realizarem peregrinações. Os jovens ficaram felizes com o convite e pretendem marcar presença.

Percepções do encontro

Na avaliação do Articulador Arquidiocesano da PJ, Bruno Queiroz, o evento foi muito positivo. “É motivo de felicidade conseguir realizar esse encontro, com todos os parceiros e equipes que se dispuseram a estar presente. O encontro vem como uma resposta para o anseio dos jovens de poder vivenciar, experimentar e participar, levando também para as bases”, disse.

Bruno também agradeceu ao apoio da Arquidiocese de Mariana, da Coordenação Arquidiocesana da PJ e das equipes de cada região por terem abraçado a causa. “Afinal, foi muito positiva a participação dos Jovens e o EAEPJ servirá de inspiração para a juventude”, afirmou.

Para a jovem Eduarda Duarte Tomaz, de Presidente Bernardes (MG), o evento foi uma experiência nova, pois nunca tinha ido em encontros em que precisasse se ausentar de casa por mais tempo. “O encontro foi maravilhoso, a organização perfeita. Consegui aproveitar muito cada momento. Fiz novas amizades, fiquei sabendo mais sobre os mártires e a sua importância para nós, jovens, rezamos o terço de uma maneira diferente… Foi incrível. Também pude ter o momento de saber sobre mim, de descoberta interior e escrever tudo que eu quero dizer para Deus”, relatou.

Na opinião de Marina Galhardo Cabral, integrante do Grupo de Jovens Águias em Jesus Cristo na Paróquia Sagrada Família, em Ouro Branco (MG), o encontro foi uma experiência única: “ouvi palavras que precisava para conforto e palestras que necessitava para aprendizado e crescimento na vida espiritual”, sublinhou.

Outro ponto destacado por Marina foi a assessoria do encontro. “O Vinícius teve uma sabedoria imensa ao nos colocar no nosso deserto. Com todas suas palavras soube nos guiar para o melhor caminho, para nos entendermos melhor e entender que Deus está providenciando tudo para nós”, pontuou.

“No EAEPJ tivemos o tempo que normalmente não tiramos para nós mesmos e para um momento profundo com Deus. Conhecemos e compartilhamos ideias com pessoas maravilhosas que nos ajudaram a viver esses dois dias. Foram momentos de alegria, aprendizado, choro e emoções. Uma verdadeira montanha russa de sentimentos que só quem viveu entende. Agora o que fica é a responsabilidade de passar os ensinamentos e experiências adquiridos para os nossos amados grupos de base. Obrigada a toda Equipe Organizadora pela idealização desse fim de semana incrível”, disse Marina.

Sobre o evento

O 1º Encontro Arquidiocesano de Espiritualidade para a Juventude nasceu de uma demanda realizada durante a 13ª Assembleia Arquidiocesana da PJ, em abril de 2023. À ocasião, foi sugerido à coordenação eleita que proporcionasse uma vivência de fé e espiritualidade para os grupos de base da Arquidiocese.

A proposta é que, a partir de 2024, o encontro seja realizado anualmente, reforçando que o deserto não é lugar de ficar, mas de atravessar.

Outras fotos, vídeos e relatos sobre o evento podem ser conferidos no perfil da PJ no Instagram: @pjarquimariana

Texto: Ryan dos Santos
Fotos: Ana Luiza Dutra e Ryan dos Santos (Frente Comunicação PJ na Arquidiocese de Mariana)