terça-feira

, 09 de agosto de 2022

“Quando eu vou ajudar alguém, como está o meu coração?”, reflete Dom Airton na abertura da Jornada Arquidiocesana do Serviço da Caridade

10 de novembro de 2021 Arquidiocese

Em preparação para o V Dia Mundial dos Pobres, teve início na última segunda-feira, 08 de novembro, a I Jornada Arquidiocesana do Serviço da Caridade. O evento foi realizado de modo on-line e contou com a participação de cerca de 60 pessoas, entre leigos e padres, de todas as cinco regiões pastorais da Arquidiocese de Mariana.

A abertura do evento contou com a presença do Arcebispo Metropolitano de Mariana, Dom Airton José dos Santos, que destacou que o objetivo da jornada é mostrar a caminhada realizada pela Igreja Particular de Mariana na Dimensão Caritativa e se preparar bem para viver o V Dia Mundial dos Pobres que, em 2021, será celebrado no próximo domingo, dia 14 de novembro.

Em sua fala, Dom Airton comentou sobre a mensagem do Papa Francisco para a data que tem como tema a passagem bíblica “Sempre tereis pobres entre vós” (Mc 14, 7), que, como ressaltado por ele, é sempre mal compreendido pelas pessoas. “O objetivo da mensagem do Papa é iluminar a nossa vida cristã com estes três pontos: Jesus, os pobres e o anúncio do Evangelho. Não existe oposição nem contradição entre essas três realidades; nós devemos sempre buscá-las, ao mesmo tempo”, enfatizou.

“Quando nós falamos de opção preferencial pelos pobres, isso não é opção no sentido de ‘eu posso fazer ou não’, ‘eu escolho fazer ou não’. A fidelidade ao Evangelho exige que eu comece a partir dos pobres. O Papa São João Paulo II, na Evangelização para o Segundo Milênio, dizia que tínhamos que partir de Cristo. Com o desenvolvimento da reflexão feita hoje, partir de Cristo significa partir daqueles que são pequenos”, destacou Dom Airton pontuando que somos todos chamados a viver as obras de misericórdia.

“Quando eu vou ajudar alguém, como está o meu coração?”, refletiu Dom Airton, afirmando que, muitas vezes, ajudamos alguém pensando em nós mesmos e não nos outros. “São Paulo nos ensina que nós devemos fazer isso sem tristeza, nem constrangimento, pois Deus ama quem dá com alegria”, concluiu.

Após a fala do Arcebispo Metropolitano de Mariana, representantes de algumas paróquias da Arquidiocese partilharam sobre as experiências no Serviço da Caridade paroquial, especialmente, desde o início da pandemia.

Programação

A programação da Jornada Arquidiocesana do Serviço da Caridade segue até nesta sexta-feira, 12 de novembro. Nesta quarta-feira (10), os seminaristas da Etapa do Discipulado, juntamente com os alunos da Faculdade Dom Luciano Mendes (FDLM), irão falar sobre a situação socioeconômica das cidades que estão localizadas no território da Arquidiocese de Mariana. Além disso, o Coordenador Arquidiocesano de Pastoral, padre Edmar José da Silva, compartilhará os resultados da sondagem realizada sobre as ações solidárias desenvolvidas neste período de pandemia.

Já na sexta-feira (12), será apresentada a programação para a celebração do V Dia Mundial dos Pobres na Arquidiocese, que incluiu a celebração da data em todas as paróquias e comunidades. Em todos os dias, haverá espaço para a partilha espontânea dos participantes sobre as ações caritativas desenvolvidas.

Roteiro de reflexão 

Neste mês, o roteiro de reflexão para as Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) também está em sintonia com a Jornada Arquidiocesana de Caridade, tendo como tema a Dimensão Social do Dízimo. Baixe o PDF do roteiro aqui

Leia aqui a mensagem do Papa Francisco para o V Dia Mundial dos Pobres 

Agenda