domingo

, 19 de maio de 2024

Secretário de Cultura e Turismo de Minas Gerais visita Dom Airton e a Catedral Basílica de Mariana

03 de janeiro de 2023 Arquidiocese

Foto: Thalia Gonçalves

Na manhã desta segunda-feira, 02 de janeiro, o Secretário de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira, esteve em Mariana (MG) para visitar o Arcebispo Metropolitano, Dom Airton José dos Santos, e a Catedral Basílica de Nossa Senhora da Assunção. A Igreja da Sé, como também é conhecida, esteve fechada por quase sete anos para os trabalhos de restauração e foi entregue à Arquidiocese e reaberta ao público no mês de dezembro.

Acolhido por Dom Airton na Residência Arquiepiscopal, o Pároco e Reitor da Catedral, Padre Geraldo Dias Buziani, também participou do encontro. Durante a conversa, o Secretário de Cultura e Turismo de Minas Gerais apontou que as igrejas, especialmente as históricas, são atrativos turísticos, no entanto, não são de caráter puro e simples, mas devem ser vistas como meios de evangelização. Dessa forma, é preciso pensar mecanismos para que a Igreja evangelize por meio da arte. “Antes do patrimônio ser histórico, cultural e arquitetônico, ele é religioso”, acrescentou Dom Airton sobre o assunto. 

Padre Geraldo, Dom Airton e Leônidas Oliveira na Residência Arquiepiscopal. Foto: Itallo Marcos

Outro tema abordado foi sobre a restauração do Órgão Arp Schnitger que durante o processo de remontagem, em setembro de 2022, descobriu-se que as duas peças principais do instrumento estavam comprometidas com a presença de cupins. Diante disso, Leônidas colocou-se à disposição para ajudar na captação de verba para a execução dos trabalhos necessários. “Eu, como Secretário de Estado, me comprometo em contribuir, em ajudar, para que nós consigamos os recursos para restaurar esse Órgão, que é um dos mais importantes do Brasil”, afirmou.

Além da restauração do Órgão Arp Schnitger, outras perspectivas que surgiram do encontro foram a realização de um Seminário Internacional de Bens Culturais da Igreja e exposições sobre o barroco mineiro. 

Dom Airton e o Secretário de Cultura e Turismo de Minas Gerais

Foto: Thalia Gonçalves

Para o Arcebispo Metropolitano, a conversa com o senhor Leônidas Oliveira trouxe para a Arquidiocese de Mariana luzes de esperança, pois ele apresentou a intenção do Governo do Estado de Minas, e a sua própria intenção, de valorizar o patrimônio histórico presente nesta Igreja Particular, especialmente, em relação ao Órgão da Sé, como o instrumento alemão é popularmente conhecido. “Vamos iniciar o ano na Arquidiocese de Mariana com essa esperança de continuar protegendo o patrimônio histórico e dando continuidade a todo o trabalho de restauração, de recuperação e manutenção de todo acervo”, disse Dom Airton. 

Em entrevista ao Departamento Arquidiocesano de Comunicação (Dacom), Dom Airton aproveitou ainda para agradecer a disponibilidade da Secretaria do Estado. “Para nós, é uma grande alegria poder contar com essa presteza, com essa agilidade também da Secretaria de Cultura e Turismo do Estado de Minas Gerais. Nós queremos, antecipadamente, agradecer ao senhor Secretário e ao governador Romeu Zema que têm essa dedicação para manter, conservar e proteger o patrimônio histórico, cultural, artístico e, como eu costumo dizer, antes de tudo, religioso. É um patrimônio religioso, nasceu da fé das pessoas, do povo de Deus e dos artistas”, ponderou o Arcebispo Metropolitano de Mariana. 

Dom Airton e o Secretário de Cultura e Turismo de Minas Gerais

Foto: Thalia Gonçalves

Já o Secretário ressaltou que, para ele, pessoalmente, “é uma alegria imensa estar no dia 02 de janeiro do ano que se inicia visitando o nosso Arcebispo Primaz de Minas Gerais e a nossa cidade de Mariana, tão importante para a religiosidade fundamental e fundante das Minas barrocas”, comentou Leônidas. 

Um dos momentos centrais da reunião foi a ida à Catedral Basílica Metropolitana de Mariana. Para o Secretário, “ver a Catedral novamente com as portas abertas e podendo receber as celebrações litúrgicas, que é o princípio fundamental para que o bem cultural da Igreja é feito, é realmente uma alegria porque é o patrimônio vivo na sua essência com os fiéis e com a comunidade. E numa segunda vertente, quando nós fazemos a transversalidade desse aspecto cultural com o turismo e o desenvolvimento econômico, nós estamos também fomentando a economia da criatividade e do turismo, gerando emprego e renda”, declarou.

Por sua vez, Padre Geraldo Buziani enfatizou que “a visita do Secretário de Cultura e Turismo do Estado em nossa Catedral foi uma oportunidade de estreitamento dos laços entre a Arquidiocese e o governo do Estado, na perspectiva de somarmos esforços na conservação e preservação do nosso patrimônio religioso e histórico. Foi um gesto significativo de atenção para com a Arquidiocese essa visita dele, já no primeiro dia útil do novo ano que se inicia”.

Veja também:

Catedral Basílica Metropolitana de Mariana é reaberta após quase sete anos

Agenda