sábado

, 20 de abril de 2024

Segundo dia do Simpósio Filosófico-Teológico reflete sobre as mídias digitais, tempo e relações sociais

25 de maio de 2023 Arquidiocese

O segundo dia do Simpósio Filosófico-Teológico, nesta quinta-feira, 25 de maio, propõe reflexões sobre as mídias digitais, tempo e relações sociais, perpassando pelos impactos dos atuais meios de comunicação na formação presbiteral e religiosa, o uso da inteligência artificial e questões relacionadas à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Promovido pela Faculdade Dom Luciano (FDLM), o Instituto Teológico São José (ITSJ) e a Domus ASF a manhã desta quinta-feira contou com a presença do Dr. Luís Mauro Sá Martinho, da Faculdade Cásper Líbero, que apresentou a noção de tempo e das relações configuradas pelas mídias sociais, por meio da conferência “Mídias Digitais, Tempo e Relações Sociais”.

Em sua exposição, o docente ressaltou que as mídias digitais não podem ser vistas como algo separado da sociedade, como uma espécie de realidade paralela. “A nossa geração está envolvida em um ambiente midiático, isto é, toda a nossa sociedade é ‘midiatizada’, uma vez que nossas práticas sociais são mediadas pelas mídias digitais”, ponderou Sá Martinho.

Questionando os participantes, o professor propôs a reflexão crítica, por meio das perguntas: quanto do meu tempo é realmente meu? Qual é a qualidade do nosso tempo e das relações?

“Tais perguntas nos levam a assimilar que o tempo do homem não se trata propriamente de um tempo quantitativo, deixando de lado a ‘qualidade temporal’. Tempo também é emoção, afeto, sentimento, qualidade. A mídia, conforme ponderado pelo Dr. Sá Martinho, deve passar pela mediação do humano. A comunicação humana deve ser mediada pelo olhar, pelo contato e pelo afeto. Dessa forma, a contribuição do docente, nesta manhã, nos ajudou a refletir não somente sobre o ‘lugar’ das mídias digitais em nossas relações, mas, também, pela qualidade de tais relações sociais mediadas por tais instrumentos”, disse o seminarista Moisés Galinari Tôrres e discente do 3º ano de Teologia do ITSJ.

Ainda pela manhã, o evento contou com o painel temático sobre “Os impactos dos atuais meios de comunicação na formação presbiteral e religiosa”, recebendo a colaboração do Dr. Frei Vagner Sanagiotto de Oliveira (Salesiana/Roma), Ms. Pe. Euder Daniane Canuto Monteiro (FDLM) e Ms. Pe. Marcos Tiago da Silva (OSIB – RL 2).

À ocasião, foram apresentados dados sobre uma pesquisa realizada com seminaristas diocesanos, apontando informações relativas ao acesso à internet, tempo de navegação nas redes, dentre outros. A exposição ajudou a lançar os olhares para os impactos das mídias digitais na formação sacerdotal, considerando a interferência dos meios de comunicação na formação da subjetividade humana, considerando os seus riscos, limites e possibilidades.

Já pela tarde, aconteceu o segundo painel do Simpósio Filosófico-Teológico que teve os seguintes os temas: “A inteligência artificial e a formação humana”, pelo Dr. Alberto Paulo Neto (PUC-PR), e “A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) na prática educativa”, pelo especialista Marciel de Oliveira Rocha (INICIE – EDUCAÇÃO). Ressaltando os impactos da inteligência artificial, também foram discutidos os alcances da Lei Geral de Proteção de Dados que visa proteger a pessoa e, ao mesmo tempo, salvaguardar a credibilidade do próprio sistema.

A programação do evento segue até esta sexta-feira, dia 26.

Texto: Moisés Galinari Tôrres

Fotos: Caio Amora e André Marques

Veja como foi o primeiro dia: 

Tem início nesta quarta-feira o Simpósio Filosófico-Teológico sobre mídias digitais

Agenda