segunda-feira

, 15 de agosto de 2022

Seminário destaca o Pacto Educativo Global e a Pedagogia do Encontro como caminhos para uma educação humanizadora

25 de março de 2022 Arquidiocese

A Capelania da Universidade Federal de Viçosa (UFV) realizou, nesta quarta-feira, 23 de março, o Seminário “Educar para a Vida”. O evento ocorreu na Igreja Matriz de São João Batista, em Viçosa (MG), e discutiu o tema da Campanha da Fraternidade 2022. Com o apoio das quatro paróquias da cidade, o Seminário abordou os temas Pacto Educativo Global e da Pedagogia do Encontro e reuniu presencialmente cerca de 80 pessoas, além de ter alcançado mais de 250 simultaneamente pelo canal do YouTube da Arquidiocese de Mariana.

“Queremos oferecer conceitos e experiências que nos coloquem em sintonia com a Campanha da Fraternidade, trazendo elementos que podem enriquecer a prática educativa nas famílias, nas comunidades de fé, nos grupos sociais e nas instituições de ensino”, afirmou o Capelão da UFV, Padre Paulo Nobre, ao abrir o Seminário.

Pacto Educativo Global

O professor do Departamento de Administração da UFV, Alan Ferreira de Freitas, foi um dos conferencistas do evento e destacou a importância do Pacto Educativo Global, proposto pelo Papa Francisco, para uma educação humanizadora. “O Papa nos lembra, no Pacto Educativo Global, que a educação precisa ser vista de forma ampliada, integral”, disse. “Que tipo de ser humano nossos modelos educacionais contribuem para formar?”, questionou o professor. “A guerra e a fome não construções naturais, mas dos seres humanos. A proposta de Francisco é transformar o mundo, transformando as pessoas. E quem faz isso é a educação”, acrescentou.

Alan ainda explicou que o Pacto Educativo Global está estreitamente relacionado às Encíclicas Laudato Si e Fratelli Tutti do Papa Francisco. Chamou a atenção para a necessidade de “redesenhar o mundo”. “A humanidade não é uma comunidade de seres individualistas e competitivos. Nós fomos socializados nestes comportamentos e eles inviabilizam o cuidado com a vida”, ressaltou o conferencista, citando o Papa.

Pedagogia do Encontro

Por sua vez, a professora do Departamento de Educação da UFV, Natália Rigueira Fernandes, na segunda conferência do Seminário, tratou o tema “Pedagogia do Encontro”. Ressaltando as fragilidades da educação brasileira, ela chamou a atenção para a necessidade de se refletir sobre formação dos professores, a participação da população nos Conselhos Municipais de Educação, a presença da Igreja nas Universidades e a contribuição de todos no caminho da acolhida integral e do diálogo cultural, além da inclusão efetiva das pessoas com deficiência nas escolas básicas e ensino superior.

Segundo Natália, é preciso superar as “pedagogias do desencontro”, baseada na concepção do professor como centro do processo de ensino, na prática da premiação, na punição, na “perda de direitos”. Ela condenou “todo caráter mercantil de uma pedagogia de resultados” que, de acordo com a conferencista, aparece nos documentos da educação da década de 1990.

Para ela, a educação precisa desenvolver um projeto que aponte para a cultura do encontro nos níveis político, religioso e pedagógico. “É pedagógico lembrar as metodologias que Jesus usava. Ele trabalhava com uma educação nada tradicional com seus discípulos e apóstolos”, pontuou recordando o modo de Jesus ensinar aos seus discípulos.

Interagindo com os participantes, os conferencistas responderam às questões apresentas, aprofundando os temas abordados. O coordenador do Seminário, Padre Paulo Nobre, propôs a criação de uma comissão no município de Viçosa a fim de discutir de forma ampliada o Pacto Educativo Global.

Transmitido pelo canal do YouTube da Arquidiocese de Mariana, o Seminário contou com o apoio das equipes da Pastoral da Comunicação (Pascom) das paróquias Nossa Senhora de Fátima e São João Batista, além do Departamento Arquidiocesano de Comunicação (Dacom). O músico e educador musical, Jubert Cost, animou o Seminário com apresentações entre as conferências.

Para assistir ao Seminário, disponível no YouTube, CLIQUE AQUI.

Veja outras fotos AQUI.

Texto: Colaboração da Paróquia São João Batista

Fotos: Pascom Parfátima

Veja também:

Educação é tema em destaque da Campanha da Fraternidade 2022

Agenda