quinta-feira

, 13 de junho de 2024

Acampamento Transfiguração chega em sua 11ª edição

20 de maio de 2024 Arquidiocese

Aconteceu no dia 4 e 5 maio, na Paróquia São José, em Ressaquinha (MG), o 11º Acampamento Transfiguração na Arquidiocese de Mariana. Ao todo, 123 “transfigurados”, sendo 84 servos e 41 campistas, das paróquias das cidades de Alto Rio Doce, Barbacena, Desterro do Melo, Pedra Bonita e Ressaquinha estiveram reunidos para experimentarem o amor único e individual de Deus por casa um de seus filhos.

O Acampamento Transfiguração é um encontro querigmático radical onde os participantes, em meio à natureza, redescobrem a fé por meio do encontro pessoal com Jesus. Na Arquidiocese de Mariana, ele foi idealizado pelo Padre D’Artagnan de Almeida Barcelos, atualmente em missão na Diocese de Xingu-Altamira (PA).

Na ocasião, os Padres Odair de Paulo Mateus, da Paróquia São Pio X, em Barbacena, e Adelson Sampaio Laurindo Clemente, da Paróquia São Caetano, em Cipotânea, que também é diretor espiritual do movimento, estiveram presentes juntos aos participantes. A perspectiva é que sempre se aumente o número de jovens interessados em participar e promover a evangelização.

Participando do encontro, Luciana Márcia de Barros Mota, 43 anos, compartilhou seu testemunho sobre o Acampamento Transfiguração. Leia na íntegra:

“Eu me chamo Luciana Márcia de Barros Mota, tenho 43 anos, casada e mãe da Ana Paula, que foi minha inspiradora para dizer meu ‘sim’ na participação neste Acampamento. Também tive o incentivo do nosso pároco e de amigos. No início, tive uma resistência por achar que teria apenas jovens e que eu ficaria meio perdida.

Sou muito grata a Deus por todas as maravilhas que tem proporcionado a mim e à minha família. Meu objetivo principal para esse momento era mesmo de gratidão e a busca do conhecimento maior de Deus, me preparar melhor para deixar que Ele entrasse mais no meu coração. Por mais que buscamos, sempre sentimos a necessidade de querer saber sempre mais e mais. Além do sentimento de incapacidade.

Ao chegar no local, fiquei muito apreensiva e com o desejo de não querer está ali, mas ao dividir as equipes e no momento da apresentação, Deus já começou a agir e eu abri meu coração para viver aqueles momentos com muita intensidade. Tudo se transformou como numa mágica. Vivi intensamente e, a cada reflexão da Palavra, partilhas, só vieram mais bênçãos e graças. Parece que tudo foi preparado só para mim, sabe?! Uma sensação inexplicável, tudo que ouvi e refleti era o que precisava realmente.

O momento mais intenso e, sem dúvida, o que me marcará para sempre, foi quando vendaram os meus olhos e me levaram até um ponto e, ao abrir os olhos, me encontrei com Jesus na cruz e sua exposição no altar. Ficará marcado para sempre.

Me fizeram refletir muito e me deu a certeza de que ainda preciso muito abrir mais meu coração para Jesus. Quero muito continuar buscando o conhecimento da palavra e praticando-a por meio de gestos e ações concretas.

Minha gratidão a todos os envolvidos e a certeza de que vocês alçaram todos os objetivos propostos. Que Jesus continue abençoando e protegendo a todos nesta caminhada de evangelização e me sinto muito orgulhosa por fazer parte desta família. Obrigada!”. (Luciana Márcia de Barros Mota)

Mais informações no perfil do Instagram: @acampamentotransfiguração

Texto e fotos: Acampamento Transfiguração

Veja também:

Leigos de Barra Longa e Pedra Bonita participam do Acampamento Transfiguração no Pará