domingo

, 03 de julho de 2022

Equipe do GOV recebe formação sobre o Sínodo 2021-2023

06 de abril de 2022

No último sábado, 02 de abril, foi ministrada uma formação sobre o Sínodo 2021-2023, que tem como lema “Por uma Igreja Sinodal: comunhão, participação e missão”, para os vocacionados do Grupo de Orientação Vocacional (GOV) da Arquidiocese de Mariana.

A formação aconteceu na Casa de Teologia do Seminário São José e contou com a colaboração do seminarista Moisés Galinari Tôrres, que representa os seminaristas na Equipe Arquidiocesana de Animação Sinodal. Durante sua exposição, ele apresentou aos vocacionados e à Equipe do GOV a proposta do Sínodo convocado pelo Papa Francisco e o caminho que está sendo percorrido na Igreja Particular de Mariana.

Segundo o Diretor do GOV e responsável pela Pastoral Vocacional, Padre Rosemar Marcos Condé, “a experiência da partilha sobre o Sínodo com os jovens do GOV foi um momento significativo neste encontro de abril. Como é importante esse processo de escuta, como condição para caminhar juntos. A proposta desse Sínodo é um grande apelo do Espírito Santo para a nossa Igreja e deve perpassar também as casas de formação do nosso Seminário”, disse em entrevista.

Para o vocacionado do GOV II, Leandro Castro, “o Sínodo é muito importante na nossa Igreja e na nossa caminhada do discernimento vocacional. A escuta do povo para discutir a caminhada da Igreja muito nos motiva a continuar e trabalhar em união com o povo santo de Deus”, comentou o jovem da Paróquia Santa Bárbara, em Santa Bárbara do Tugúrio (MG).

De acordo com a Irmã Carmelita de Madre Candelária e colaboradora do GOV III, Isimar Nataly Linares Briceno, esse processo Sinodal é um “momento de desafios e de uma profunda conversão, lembrando do caminho que temos iniciado juntos com o Concilio Vaticano II, reconhecendo que todos, sem exclusão, somos iguais na experiência de fé e juntos reaprenderemos a caminhar para priorizar o projeto de Deus no nosso mundo”, afirmou agradecendo à Arquidiocese de Mariana pelo espaço de formação sobre o tema.

Conforme o vocacionado do GOV III, Emanuel Alves, a formação foi essencial para reconhecerem a importância do Sínodo. “Este momento de reflexão foi de extrema contribuição para a nossa formação, da qual nos orientou e ensinou a importância de escutar. Ensina-nos que tudo começa pela escuta e por ela tocamos o coração. Infelizmente, muitas pessoas não querem escutar essa voz e têm um preconceito contra o Sínodo e contra o Papa Francisco, acreditando que ele está querendo revolucionar a Igreja, mas na verdade ele está nos mostrando o caminho que é preciso percorrer como resposta da Igreja à nossa realidade, através da comunhão, participação e missão”, ponderou o jovem da Paróquia Santa Efigênia, em Ouro Preto (MG).

Por sua vez, o casal de colaboradores do GOV I, Luiz Augusto e Solange Reis, destacou que, com a formação, “ficou claro que a intenção do Papa é promover uma escuta total, onde todos possam opinar, buscando um resultado que realmente mostre a vontade e o desejo do povo cristão em relação ao caminho que a Igreja deve tomar”. “Fica evidente que a Igreja deve buscar um caminho que a tire do formalismo e do imobilismo e seja, de verdade, uma Igreja de escuta e de proximidade de seus fiéis. Foi um momento de muito aprendizado”, ressaltou o casal que também faz parte da Pastoral Familiar da Paróquia Nossa Senhora da Assunção, em Mariana (MG).

Texto: Moisés Galinari Tôrres

Fotos: Equipe do GOV

Veja também:

Seminaristas participam de formação sobre o Sínodo 2021-2023

Equipe de Animação Arquidiocesana para o Sínodo disponibiliza materiais para ajudar no processo de escuta

Confira vídeo explicativo sobre o Sínodo 2021-2023 disponibilizado pela Equipe Arquidiocesana de Animação

VEJA TAMBÉM