quinta-feira

, 13 de junho de 2024

O legado de um sacerdote que é Nobre por essência

23 de maio de 2024 Arquidiocese

Um mês de saudades. Em 23 de abril de 2024, a Arquidiocese de Mariana se despediu do Padre Paulo Vicente Ribeiro Nobre. Zeloso sacerdote e exímio catequista, o presbítero deixou um legado de amor e entrega total a Deus:

“Faz de mim o quiseres, estou disposto a tudo, pois te amo Senhor,
Nada mais desejo, que não seja te amar.
Dá-me morte ou vida, paz ou guerra, alegria ou fraqueza, a tudo direi o meu sim.
Te dou amor, te dou amor, te dou amor, morro por Ti”.
 (Letra da música “Morro por ti” escrita pelo Padre Paulo Nobre)

O caminho de Vicente

O presbítero do clero marianense trouxe em seu nome e sua essência os ensinamentos de São Vicente de Paulo: uma vida dedicada ao amor-doação aos necessitados. “Ele passou pelo mundo, pela vida, eu sou testemunha disso, vivendo uma missão de quem passa dedicando à vida a fazer somente o bem, a amar, escolhendo o caminho de São Vicente de Paulo”, descreveu o Padre Ronaldo Gomes Chaves, amigo próximo de Padre Paulo Nobre.

“Dom Luciano falava na época da ordenação [dele] que Vicente é aquele que escolhe o caminho dos pequenos. Ele escolheu a Pequena Via na devoção também a Santa Terezinha”, completou o Pároco da Paróquia São João Batista, em Barão de Cocais (MG), mencionando a comunidade Católica de Vida e Aliança fundada por Padre Paulo Nobre em 22 de maio de 1999, na cidade de Viçosa (MG).

Grande parte do ministério de Padre Paulo Nobre foi vivido na cidade de Viçosa (MG), onde foi sepultado.

Na Fraternidade Pequena Via, que tem o carisma e testemunho de Santa Terezinha do Menino Jesus, marcou a todos com o seu jeito sereno de ser e amar a Cristo. “Um pai, um pastor para todos nós. Uma pessoa apaixonada por Jesus Cristo, pela sua Igreja, e que não colocou dificuldades para segui-Lo e para servir à Igreja. Ele sempre demonstrou para todos nós que isso era muito importante para a vida dele”, contou José Márcio Alves da Silva, integrante da comunidade.

Em sua entrega total a Deus e aos irmãos, uma das suas muitas frentes de trabalho do Padre Paulo Nobre foi na Associação Assistencial e Promocional da Pastoral da Oração de Viçosa (APOV). Na instituição foi presença do Cristo Bom Pastor. “Padre Paulo ensinou a gente muito na vida de fé, no momento de oração. Ele não media esforço para [atender] nossa comunidade”, apontou o Coordenador Geral e Representante da Comunidade Nova Viçosa, Cleves Damasceno Lucinto.

Presença amiga

Padre Ronaldo e Padre Paulo Nobre se conheceram no período em que eram estudantes da Universidade Federal de Viçosa (UFV), antes mesmo de ingressarem no Seminário São José, quando os laços de amizade foram construídos. “Sempre fomos muito próximos um do outro […]. Nós nos ajudamos mutuamente nas escolhas, no sentido de vocação e de consagração a Deus. E, depois de padres, nós sempre estivemos muito colaborando um com o outro, visitando, ajudando”, recordou Padre Ronaldo.

Lembrando o percurso caminhado juntos, de amizade e vivência no sacerdócio, ele descreve o convívio com Padre Paulo como de irmãos, enfatizando a presença e companheirismo um para com o outro: “Padre Paulo sempre foi muito presente: […] nunca dizendo não, [mas] sempre, sempre, sendo aquele amigo, aquele companheiro, pronto para estar junto”, reforçou.

Evangelizador como São Paulo

Outra característica significativa na trajetória de Padre Paulo Nobre foi o comprometimento com a evangelização. Padre Ronaldo recorda que o desejo da mãe dele era chamá-lo de Vicente. Entretanto, como nasceu na data da conversão de São Paulo, recebeu o nome do santo do dia. “Dom Luciano também na época da ordenação da gente, que foi no mesmo ano próxima uma da outra, dizia: ‘Paulo, um evangelizador’. Ele respondeu muito isso”, disse.

Representação disso foi sua atuação significativa na Igreja Particular de Mariana junto à Dimensão Bíblico-Catequética e na elaboração do Projeto Arquidiocesano de Catequese.

“Ele viveu a vida sendo Paulo, viveu sendo Vicente e com muita nobreza, que é o nome marcante: Paulo Nobre”, afirmou o Pároco da Paróquia São João Batista, em Barão de Cocais.

Centenas de pessoas se reuniram em Viçosa para se despedir do sacerdote. Foto: Thalia Gonçalves/Arquidiocese

Texto: Thalia Gonçalves/Arquidiocese de Mariana
Fotos: Parfatima

Leia também:

Emoção marca a despedida do Padre Paulo Nobre em Viçosa