sexta-feira

, 19 de agosto de 2022

Reflexões sobre a vida e o ministério no contexto da pandemia marcaram o XXXI Encontro de Presbíteros e Diáconos

16 de março de 2021 Arquidiocese

Refletindo sobre a vida e o ministério no contexto da pandemia, aconteceu, entre os dias 08 e 10 de março, o XXXI Encontro de Presbíteros e Diáconos da Arquidiocese de Mariana. Pela primeira vez, neste ano, respeitando as medidas de prevenção à Covid-19, o evento, que tem como objetivo refletir e reanimar a esperança dos Ministros Ordenados, ocorreu, majoritariamente, de forma on-line.

De acordo com o representante dos presbíteros, padre Paulo Barbosa, mais conhecido como padre Paulinho, o encontro visou reanimar o Presbitério Marianense na vivência do ministério em favor da vida, especialmente, considerando o contexto atual devido à Covid-19: mortes, distanciamento social e efeitos na saúde física, mental e espiritual.

Para ele, o evento trouxe o desafio da distância e da aproximação exigidas. “A pandemia distancia, mas se aproxima quando a comunhão e a graça operam. Houve o esforço da articulação para que todos os presbíteros e diáconos se encontrassem nas respectivas áreas de atuação. As reuniões dos grupos menores nas foranias e regiões ocasionaram boa interação e fortalecimento das bases de organização presbiteral e diaconal. Houve boa participação e propostas importantes para a caminhada do Clero Diocesano”, pontuou. 

Segundo o representante dos presbíteros, dentre as prioridades assumidas ao longo do evento estão a Casa do Clero, localizada em Barbacena, o fortalecimento do Projeto Missionário na Arquidiocese de Mariana e o intercâmbio de ideias. “O tempo presente exige constante criatividade e planejamento de ações pertinentes para a vida e o ministério sacerdotal”, concluiu o padre Paulinho. 

“O encontro foi muito bom. Dentro dos seus limites foram abordados assuntos interessantes ligados à vida e ao ministério dos presbíteros e diáconos em contexto de pandemia, além de ter tido essa marca de não termos nos encontrado [presencialmente]”, avaliou o Vigário Episcopal da Região Mariana Leste, o padre Ronaldo Gomes Chaves. De acordo com ele, as discussões realizadas durante os três dias do evento, serão sintetizadas e levadas posteriormente ao Conselho Presbiteral. 

Já o padre Thiago José Gomes ressalta que o encontro dos presbíteros, apesar de ter sido diferente neste ano, “foi uma oportunidade muito boa de vislumbrarmos os desafios em nossa vida ministerial e as possibilidades que surgem é que precisamos fomentar para o serviço na Igreja”. 

O sacerdote ainda destaca que a reflexão realizada pelo Monsenhor Celso Murilo Sousa Reis, durante o primeiro dia do evento, foi profunda e, de fato, um chamado para a necessidade de olhar com esperança a realidade. “Além disso, o encontro por foranias e a partilha em nível regional fortaleceram nossa pertença ao presbitério. Deus seja louvado por este encontro que nos leva a encaminhar várias ideias”, finalizou o padre Thiago. 

Reunião com o Conselho Presbiteral e os Vigários Forâneos marca a abertura do XXXI Encontro de Presbíteros e Diáconos

Foranias discutem sobre a vivência presbiteral e diaconal na pandemia no 2º dia do XXXI Encontro dos Presbíteros e Diáconos

Agenda