CF 2018 é apresentada na Câmara Municipal de Mariana

13/03/2018 às 11h04

A Campanha da Fraternidade (CF) 2018 foi apresentada na reunião da Câmara Municipal de Mariana nessa segunda-feira (12) pelas paróquias da Forania de Mariana. A CF deste ano tem como tema “Fraternidade e superação da violência” e lema “Vós sois todos irmãos” (Mt 28,3).

Participaram da reunião o coordenador arquidiocesano de pastoral e pároco de Nossa Senhora da Glória, padre Geraldo Martins, o pároco de Nossa Senhora da Assunção, cônego Nedson Pereira, o pároco do Sagrado Coração de Jesus, padre Geraldo Barbosa, o secretário municipal de Defesa Social, Brás Azevedo, representante da Guarda Municipal e fiéis das paróquias.

Padre Geraldo Martins apresentou a ideia da campanha para os presentes. Em sua fala, ele ressaltou que a proposta da CNBB não é simplesmente combater a violência, mas a busca pela sua superação por meio da cultura da paz. “Segundo a CNBB há três fatores para construir espaços de paz ou de guerra. O primeiro dele é o poder público, a ação ou a omissão do poder público em grande parte é responsável pela superação ou a conservação da violência. Lamentamos a ausência do estado, sobretudo, em nossas periferias, muitas vezes relegadas à segundo plano e só lembradas em épocas de eleições. O segundo fator é o poder do dinheiro. Os que tem poder econômico acabam bancando a própria segurança, enquanto a maioria da população fica a depender do estado. O último fator é o tratamento seletivo dado pela própria justiça e por órgãos públicos, inclusive o judiciário", afirma o presbítero.

Ressaltando o papel e a importância do legislativo na elaboração e implementação de políticas públicas, padre Geraldo Martins falou da necessidade da realização de uma conferência municipal de segurança pública. “Em 2014 já foi solicitada a realização dessa conferência, quando as mesmas paróquias promoveram um Seminário sobre a Paz no Colégio Providência e isso ainda não conseguimos realizar. Quem sabe essa conferência seja um fruto concreto da Campanha da Fraternidade”, disse.

Padre Geraldo Barbosa explica que o objetivo desta apresentação na Câmara foi para mostrar que a CF, lançada pela Igreja, não deve ficar só nos espaços eclesiais. “Como os vereadores são os primeiros representantes públicos, na linha do legislativo, nós esperamos uma atenção especial deles nessas situações de mais vunerabilidade, onde temos a violência contra a mulher, contra os mais pobres, os jovens. E também nas políticas públicas, pensando em realizar uma conferência para debater esses assuntos”, disse.

No final da apresentação foi entregue aos vereadores um texto-base da Campanha da Fraternidade.

Fotos: Câmara Municipal

 


Voltar

Confira também: