terça-feira

, 09 de agosto de 2022

Região Mariana Norte recebe formação sobre o processo de escuta do Sínodo 2021-2023

09 de março de 2022

Dando continuidade ao itinerário formativo on-line sobre o processo de escuta do Sínodo dos Bispos 2021-2023, aconteceu na manhã do último sábado, 05 de março, o momento de estudo para a Região Mariana Norte da Arquidiocese de Mariana. À ocasião, cerca de 80 pessoas participaram entre padres, diáconos permanentes, fiéis leigos e leigas, religiosos e religiosas.

Assim como nas anteriores, a formação foi assessorada pelos contatos arquidiocesanos para o Sínodo: o padre Edmar José da Silva e a leiga Leci Nascimento. Em vídeo motivacional apresentado no início do momento de estudo, o Arcebispo Metropolitano de Mariana, Dom Airton José dos Santos, destacou que, quando se fala em um processo sinodal, significa que nós, enquanto Igreja, caminhamos juntos. 

Em seguida, padre Edmar realizou uma explanação sobre o Sínodo, passando pela sua logomarca e a motivação do Papa Francisco ao convocá-lo, além de contextualizar sobre a sua instituição pelo Papa Paulo VI. Além disso, ele pontuou que o Santo Padre, com a realização do Sínodo, não quer produzir mais documentos, mas inspirar as pessoas a sonhar com a Igreja que somos chamados a ser. 

Além disso, a leiga Leci detalhou como tem sido a caminhada sinodal na Igreja Particular de Mariana, desde a abertura em outubro de 2021, até as formações realizadas nos regionais que serão encerradas no próximo sábado, 12 de março, na Região Mariana Centro. 

Para a coordenadora leiga da Paróquia Nossa Senhora da Assunção, em Mariana (MG), Sueli Gomes, o encontro foi muito bem organizado, dentro do tempo previsto e, apesar de ter sido on-line, não houve perdas na qualidade de transmissão e formação. “Sábia a condução do padre Edmar que, com seu jeito calmo e competente, com muita clareza nos introduziu ao tema ‘Por uma Igreja Sinodal’”, avaliou.

De acordo com ela, para esse processo de escuta é necessária a humildade para ouvir a todos nos mais diversos níveis da sociedade organizada. “Ter o jeito de Jesus. O Fundamento da Igreja é a Trindade, que constitui uma Sinodalidade perfeita: perfeita comunhão e perfeita comunidade. Somos voz para os que não têm voz, penso eu, e nessa caminhada sinodal, com certeza, poderemos ver o rosto de Cristo em tantos e tantas com os olhos do coração de Jesus”, comentou Sueli. “Agora é trabalhar: ouvir, apurar, conduzir e elevar nossas orações a Deus Pai que está sempre atento às necessidades do seu povo”, finalizou.

Por sua vez, o pároco da Paróquia de São Sebastião, em Itabirito (MG), padre Rodrigo Arthur Medeiros da Silva, considerou que a reunião foi muito positiva, destacando a sabedoria, a clareza e a dedicação do padre Edmar e Leci no processo sinodal na Arquidiocese de Mariana e na formação realizada. “Escutar é sempre bom; todo mundo cresce, tanto quem fala, quanto quem escuta. Na lógica da escuta do Sínodo, eu acho que, essa escuta, pode até ampliar o horizonte pastoral do Papa Francisco”, opinou sobre as suas expectativas sobre esta fase arquidiocesana. 

Leia mais sobre a formação em cada região:

Região Pastoral Mariana Sul

Região Pastoral Mariana Oeste

Região Pastoral Mariana Leste

Arquidiocese de Mariana prepara itinerário formativo sobre o processo de escuta do Sínodo dos Bispos 2021-2023

Agenda

VEJA TAMBÉM